Fechar PFTV
Publicidade
Taça Uefa - 2ª noite de jogos da fase de grupos
A fase de grupos da Taça Uefa teve esta noite a sua segunda noite de jogos, depois de ontem se terem iniciado, hoje foi a vez de os grupos E, F, G e H entrarem em acção.

Eis os resultados e classificações:

Grupo E

Nancy-Feyenoord 3-0
Wisla Cracóvia-Basileia 3-1
descansou: Blackburn Rovers

Classificação:

1º - Nancy, 3 - 7
2º - Blackburn Rovers, 3 - 7
3º - Wisla Cracóvia, 3 - 3
4º - Feyenoord, 3 - 2
5º - Basileia, 4 - 2

Última jornada:

Blackburn Rovers-Nancy
Feyenoord-Wisla Cracóvia
descansa: Basileia

Grupo F

Ajax-Espanyol 0-2
Áustria Viena-Sparta Praga 0-1
descansou: Waregem

Classificação:

1º - Espanyol, 3 - 9
2º - Waregem, 3 - 6
3º - Ajax, 3 - 4
4º - Sparta Praga, 4 - 4
5º - Áustria Viena, 3 - 0

Última jornada:

Espanyol-Áustria Viena
Waregem-Ajax
descansa: Sparta Praga

Grupo G

Mlada Boleslav-Paris St Germain 0-0
Panathinaikos-Rapid Bucareste 0-0
descansou: Hapoel Tel Aviv

Classificação:

1º - Panathinaikos, 3 - 7
2º - Hapoel Tel Aviv, 3 - 4
3º - Rapid Bucareste, 4 - 4
4º - Mlada Boleslav, 3 - 2
5º - Paris St Germain, 3 - 2

Última jornada:

Hapoel Tel Aviv- Mlada Boleslav
Paris St Germain- Panathinaikos
descansa: Rapid Bucareste

Grupo H

Celta Vigo-Fenerbahce 1-0
Eintracht Frankfurt-Newcastle United 0-0
descansou: Palermo

Classificação:

1º - Newcastle, 4 - 10
2º - Celta Vigo, 3 - 4
3º - Fenerbahçe, 3 - 3
4º - Palermo, 3 - 3
5º - Eintracht Frankfurt, 3 - 2

Última jornada:

Fenerbahce-Eintracht Frankfurt
Palermo-Celta Vigo
descansa: Newcastle

foto: footballturer.com
publicado por Pedro Ribeiro
COPPA ITALIA: Sem Surpresas...
Em Itália jogaram-se, ontem, três jogos referentes aos oitavos de final da Taça. Sem surpresa, Inter, Roma e Milan passaram aos quartos de final, aguardando agora para saber quem são os possíveis adversários.

A Roma já havia vencido em Trieste por 2-1, desta vez e perante o seu público venceu por 2-0 um Triestina muito suave para uma Roma em excelente momento de forma. Os golos foram apontados por Valerio Virga e Montella.

Em Milão, o Internazionale goleou o Messina por 4-0. Dois golos do internacional argentino Burdisso, um de Andreoli e outro de Gonzalez, estabeleceram o placard. No conjunto das duas mãos, 5-0 para a equipa de Luís Figo.

Já o Milan de Ancellotti, venceu em Brescia por 2-1. Um autogolo e um golo do brasileiro Oliveira fizeram os golos milaneses, que assim eliminaram o Brescia com um resultado a duas mãos de 6-3.

Hoje ao inicio da tarde, também o Chievo de Del Neri, carimbou a passagem à fase seguinte da prova. Apesar de ter empatado a um golo, em Verona, frente ao Reggina, o empate a duas bolas conseguido em Reggio Calabria, há três semanas atrás, foi essencial para o apuramento da equipa giallo.

Assim, ficam a faltar quatro jogos a serem disputados entre hoje e dia 07 de Dezembro, são eles:
Palermo - Sampdória
Genoa - Empoli
Livorno - Arezzo
Parma-Napoli

Resultados:
Brescia - Milan 3-6 (1-2) (2-4)
Roma - Triestina 4-1 (2-0)(2-1)
Inter - Messina 5-0 (4-0)(1-0)
Chievo - Reggina 3-3 (1-1)(2-2)

fotos: lega-calcio.it

gazzetta.it (Tiribocchi, após ter marcado o golo do Chievo)


publicado por João M Lopes
Antevisão dos jogos...por Filipe Falardo
12ª jornada da Liga de Honra

Este campeonato continua intenso e sempre difícil de perspectivar os resultados das partidas pois, em praticamente todas as jornadas, as surpresas estão presentes e assim devem continuar. O Feirense recebe o “aflito” Vizela e este é um jogo perigoso para os líderes da Liga de Honra pois o Vizela necessita de pontos. O Santa Clara, por sua vez recebe o Penafiel e não quer deixar fugir o segundo lugar alcançado na passada jornada. Os restantes jogos também têm o seu próprio motivo de interesse e podem ser férteis em surpresas.


Chaves – Portimonenense

Depois da goleada sofrida em Moscavide, o Chaves regressa a casa com o intuito de ganhar confiança e esperançado em conquistar a primeira vitória no seu reduto. O adversário, curiosamente, tem conquistado mais pontos a jogar fora de portas do que em casa o que faz antever um jogo aberto com ambas as equipas à procura da vitória. É esperado uma boa prestação do Portimonense com o seu treinador novo e também alguma ansiedade por parte dos homens da casa.


Leixões – Varzim

O Leixões esta época não tem conseguido fazer valer o “factor” casa e ainda só venceu uma vez em quatro jogos realizados. O terceiro lugar que ocupa é fruto dos bons resultados que tem conseguido fazer a jogar fora. Por outro lado, o Varzim, que vem de uma derrota caseira, quer recuperar terreno e sabe que em caso de vitória ultrapassa mesmo o Leixões e dá importante salto na classificação.


Trofense – Gondomar

Estas duas equipas encontram-se com motivações diferentes, ou seja, o Trofense perdeu de forma clara em Guimarães e o Gondomar ganhou em casa ao Estoril. Assim sendo, os homens da casa querem ganhar a todo o custo e o Gondomar irá tentar trazer um ponto que já não é mau.


Feirense – Vizela

O líder do campeonato joga em casa com uma equipa que necessita pontos e pretende provar porque é que regista quatro vitórias e apenas um empate no seu reduto. O Vizela entra em campo com novo treinador e talvez esse aspecto funcione com a motivação dos jogadores, mas se não for o caso a tarefa vislumbra-se bastante complicada. A permanência da liderança depende dos homens da casa e não vão querer ceder nesta altura.


Rio Ave – Guimarães

Ambas as equipas estão moralizadas com as respectivas vitórias na passada jornada e querem agora a conquista dos três pontos para continuarem a escalar a tabela classificativa. O Rio Ave em caso de vitória ultrapassa os vimaranenses e dá significativo passo na classificação. O Guimarães vai então contrariar esta ideia e fazer com que a vantagem pontual que tem neste momento seja ainda maior.


Gil Vicente – Ol.Moscavide

Os homens de Barcelos têm vindo a pouco e pouco a somar pontos e fazer exibições cada vez mais convincentes. Conquistaram um difícil ponto em Penafiel na última jornada e agora querem a primeira vitória em sua casa. Do outro lado vai estar o Ol.Moscavide com o pensamento de discutir o jogo de igual para igual, o que tem vindo a ser hábito na equipa lisboeta.


Estoril – Olhanense

Estas duas equipas vêm de derrotas e pretendem então somar pontos nesta jornada. É um jogo de tripla pois ambas as equipas querem a vitória. No caso de as coisas não estarem a correr de feição, o empate será o “menos mau”.


Santa Clara – Penafiel

Com a ascensão ao segundo lugar, os açorianos encontram-se mais moralizados do que nunca e sonham com a subida de divisão. Desta feita encontram o Penafiel que apenas tem uma derrota a jogar fora e irá, certamente, querer somar pontos. Em caso de vitória dos forasteiros, estes igualam os açorianos mas com vantagem no confronto directo.

Filipe Falardo- Jogador do Olivais e Moscavide (emprestado pela União de Leiria)
publicado por Filipe Falardo
Grémio inspirado pelo Dragão
O clube brasileiro Grémio de Porto Alegre, clube de onde sairam não só Ronaldinho Gaúcho como também a coqueluche portista, Anderson, vai ter estádio novo...inspirado no Dragão.

O projecto vai ficar a cargo da mesma empresa holandesa, Amsterdan Arena Advisory, que projectou não só o Dragão, como o Estádio de Alvalade e a Arena de Amstredão, a casa do Ajax.

Os dirigentes do clube brasileiro ficaram encantados com o Estádio do Dragão, e pretendem não só erguer um Estádio em forma de Arena como fomentar novas infra-estruturas, e embora não tenham ainda local determinado em Porto Alegre para a colocação do novo recinto, com capacidade para 50 mil lugares, as obras estão previstas para arrancarem em 2008, ficando concluída em 2010, e por cerca de 35 milhões de euros, totalmente financiados por capital estrangeiro.

Esta construção visa não só a melhoria de condições do clube gaúcho, uma vez que a despesa anual do actual recinto, o Estádio Olímpico, contruído em 1954, é de cerca de 700 mil euros, como igualmente albergar jogos num eventual mundial em 2014, o qual o Brasil irá candidatar-se, como também é desejo do presidente da FIFA, o senhor Joseph Blatter.

foto: sportugal.pt
publicado por Pedro Ribeiro
Deco: "Estou a torcer pelo Sporting"
O internacional português Deco esteve em Lisboa, numa promoção, a dar autógrafos numa grande superfície comercial, e instado a comentar o derby de sexta-feira, manifestou: "Estou a torcer pelo Sporting, pois é lá que joga o Alecsandro, o meu cunhado".

Sobre a selecção nacional, que já não conta com nomes como Figo, Pauleta...e Costinha, neste momento, e tendo em conta a qualificação para o Euro 2008, o médio do Barcelona referiu: "Temos de encontrar outras soluções e acredito que haja opções de qualidade. Mas também é preciso não esquecer que nos qualificámos para o Mundial sem o Figo, por isso espero que façamos o mesmo agora para o Europeu".

Sobre a questão da naturalização do jogador do Porto, Pepe, a qual seria idêntica à sua situação há uns anos, Deco não eliminou a possibilidade do defesa central seguir o mesmo caminho: "Também já se falou muito sobre o Derlei e penso que isso é sempre uma decisão do jogador. E, se os responsáveis aceitarem, claro que não vejo qualquer inconveniente".

foto: ASF
publicado por Pedro Ribeiro
Taça Uefa - Sp. Braga obrigado a vencer
A Taça Uefa teve esta noite mais uma jornada da fase de grupos, com as equipas dos grupos A, B, C e D a entrarem em acção.

Referência para o grupo C, onde pertence o Sp. Braga, que face aos resultados desta noite, será forçado a vencer os suiços do Grasshoppers para seguirem em frente na competição.

Eis os resultados e classificações:

Grupo A

Livorno-Maccabi Haifa 1-1
Partizan Belgrado-Auxerre 1-4
descansou: Rangers

Classificação:

1º - Rangers, 3 - 7
2º - Maccabi Haifa, 4 - 7
3º - Auxerre, 3 - 4
4º - Livorno, 3 - 2
5º - Partizan Belgrado, 3 - 1

Última jornada:

Auxerre-Livorno
Rangers-Partizan Belgrado
descansa: Maccabi Haifa

Grupo B

Besiktas-Brugge 2-1
Dínamo Bucareste-Bayer Leverkusen 2-1
descansou: Tottenham

Classificação:

1º - Tottenham Hotspur, 3 - 9
2º - Dínamo Bucareste, 3 - 7
3º - Besiktas, 3 - 3
4º - Brugge, 4 - 2
5º - Bayer Leverkusen, 3 - 1

Última jornada:

Bayer Leverkusen-Besiktas
Tottenham Hotspur-Dinamo Bucareste
descansa: Brugge

Grupo C

AZ Alkmaar-Slovan Liberec 2-2
Grasshoppers-Sevilha 0-4
descansou: Sp. Braga

Classificação:

1º - AZ Alkmaar, 3 - 7
2º - Sevilha, 3 - 7
3º - Slovan Liberec, 4 - 5
4º - Sp. Braga, 3 - 3
5º - Grasshoppers, 3 - 0

Última jornada:

Sevilha-AZ Alkmaar
Sp. Braga-Grasshoppers
descansa: Slovan Liberec

Grupo D

Osasuna-Odense 3-1
Lens-Parma 1-2
descansou: Heerenveen

Classificação:

1º - Parma, 3 - 9
2º - Lens, 3 - 4
3º - Osasuna, 3 - 4
4º - Odense, 4 - 4
5º - Heerenveen,3 - 1

Última jornada:

Parma-Osasuna
Heerenveen-Lens
descansa: Odense

foto: fotballerturer.com
publicado por Pedro Ribeiro
Premiership: Ronaldo marca e Chelsea não desarma
Esta quarta-feira foi noite de Premiership, com as principais equipas a entrarem em acção na 15ª jornada.

Os líderes do campeonato, o Manchester United, receberam o Everton em Old Traford, e venceram por três bolas a zero. O português Cristiano Ronaldo abriu o marcador ao minuto 39, para Evra e O'Shea fecharem a contagem, e darem a continuidade na liderança da tabela, agora com 38 pontos.

Os campeões ingleses do Chelsea tiveram uma deslocação complicada ao Reebok Stadium, para defrontar o Bolton, equipa de Vaz Tê. A vitória sorriu à equipa mais lusa das terras de Sua Majestade, com um golo apenas, da autoria de Ballack, ao minuto 45. Desta forma a perseguição mantém-se, com os mesmos três pontos a menos que os "red devils", tendo então 35.

Num derby londrino, os "gunners" deslocaram-se ao terreno do Fulham, de Boa Morte, e perderam por 2-1. Os "cottagers" marcaram por intermédio de McBride e Radzinski, tendo Van Persie, já em cima quase dos noventa, reduzido para o Arsenal. A formação de Wenger volta assim a perder pontos, numa fase em que vê os mais directos rivais a distanciarem-se, estando com 22 pontos apenas.

O Liverpool recebeu o Portsmouth, de Pedro Mendes e Manuel Fernandes, e empatou a zero bolas, conquistando assim um precioso ponto, estando nesta momento os homens de Benitez em 7º lugar com 22 pontos, e o Portsmouth num excelente 3º lugar, com 24 pontos.

foto: manutd.com
publicado por Pedro Ribeiro
Jogos às 16:00 e às 22:00: ruim para os jogadores. Ruim para os torcedores.

Alô Amigos Amantes do Glorioso Esporte Bretão

Apesar de acompanhar esse esporte com afinco há dezenas de anos, é incrível como ele faz questão de manter a pecha de “caixinha de surpresas”. E, nesse último Domingo, não foi diferente.

Botafogo x Corinthians. 16:00 (mas com horário de verão, ou seja, às 15:00 no horário “do sol”). Maracanã, RJ. Finalzinho de Novembro. Quase verão. Calor de rachar mamona, como diria minha mãe. Lá pelas tantas, quase 30 minutos de jogo, o juiz interrompe a partida e dá 3 minutos para que os jogadores bebam água e se refresquem. “Nossa, mas essa regra existe?”, pensará um desavisado leitor. Não, a regra não fala em pausas no jogo para beber água. A regra que pede isso é a do Bom Senso.

Tradicionalmente, os jogos de Futebol nos finais de semana no Brasil ocorrem às 16:00 (com alguns começando às 18:10). Na minha opinião, é o horário perfeito. A toda poderosa Globo, dona do Futebol Nacional, consegue encaixar os jogos sem problemas em sua programação, todo mundo consegue almoçar aquela macarronada na casa da Vó e curtir tranqüilo um futebolzinho naquela tarde besta de domingão. Bom também para quem vai ao estádio, que consegue se programar com adequação.

Oras, então qual meu ponto? O ponto é que tudo isso é perfeito... menos no verão! Uma coisa é, tudo isso o que eu descrevi, ocorrer entre Março e Novembro. Outra é isso acontecer TAMBÉM em pleno “verão” (se não “oficialmente”, “termicamente” ele já está em vigor faz tempo), com horário de verão! Os horários dos jogos não serem alterados, sendo realocados de acordo com a condição climática do país, é uma atitude tão maléfica e danosa a saúde do ser humano quanto qualquer outr problema que qualquer ONGzinha da vida combate. Pelo amor de Deus, como colocar 22 pessoas correndo feito loucas com sol a pino, em pleno Dezembro, às 16:00 da tarde (sem contar o horário de verão)? Isso se consiste, no mínimo, de uma tentativa de assassinato dos atletas. Não vou nem entrar no mérito de que a conseqüência desse fato, obviamente, é a queda na qualidade do espetáculo.

Toda Poderosa Rede Globo de Televisão: é SUA obrigação encaixar os horários dos jogos de forma humana, tanto para atletas quanto torcedores. Se algum jogar do Bota ou do Timão morresse desidratado, de quem seria a culpa? De quem os obriga a jogar nesse horário absurdo, eu presumo?

Esse fato me levou a outro, que ocorreu comigo em Setembro. O Santos foi jogar do Pacaembu contra o Cruzeiro, pela Sul-Americana. O horário dos jogos nas quartas a noite costuma ser às 21:45. Por conta do horário político, que se iniciara naquela semana, estava marcado para as 22:00. Começou às 22:15 (cortar um pedaço da novela? Jamais!). Resultado: o jogo acabou era mais de meia noite. Ou seja, a estação Clínicas do Metrô estava fechada. Os quase 300 torcedores que ali estavam se revoltaram e tentaram, então, parar os ônibus que passavam na Dr. Arnaldo, com paus e pedras. Obviamente, atitude totalmente errada. Mas como controlar a fúria de uma multidão por causa de um horário irracional de uma simples partida de futebol? De quem é a culpa, quem é mais irracional: quem coloca o jogo num horário obsceno, ou quem não tem mais transporte adequado e rápido para voltar para casa?

Rede Globo, no meio de Janeiro, começarão os campeonatos estaduais. Não dá para colocar um jogo em Bauru ou Marilia às 16:00, com times que mal estão voltando das férias. Seria indecente. Portanto, em vez de se preocupar em não perder o Paulistão para a Record, preocupe-se com o horário dos espetáculos que você exibe, como eles afetam jogadores, clubes, imprensa e torcedores. Talvez eles não tenham voz ativa numa mesa de negociação, mas a massa pode desprestigiar um campeonato conforme a qualidade do produto lhe for fornecido.

E aí, Toda Poderosa, se segure. A voz do povo é a voz de Deus.

Thiago Reimão - Correspondente em São Paulo, Brasil

publicado por Reimão
BAÚ DAS RECORDAÇÕES: Uns "Vikings outsiders" riram por último
Quando na tarde de 26 de Junho de 1992, jogadores altos, louros, de elevado porte atlético, tidos como os "outsiders" do Euro 92, subiram ao relvado do Estádio do IFK de Gotemburgo, a Europa do Futebol estava já de si, ligeiramente estupefacta...e mais ainda ficou. Chegados à maior competição da UEFA, de selecções, através da desistência da selecção Jugoslava, devido ao conflito nos Balcãs, ninguém acreditaria que os dinamarqueses conseguissem sequer passar da fase de grupos do Campeonato da Europa, a realizar-se em solo sueco. Tendo ficado no grupo A, juntamente com os anfitriões, e com dois colossos europeus, França e Inglaterra, a Dinamarca puxou dos galões e calou os mais críticos. Mesmo empatando com os ingleses a zero no primeiro jogo, e perdendo o segundo com a Suécia, os "vikings" foram vencer o terceiro embate com os franceses, garantindo o segundo lugar do grupo e chegando mais tarde às meias-finais. Não poderia ser um embate mais complicado para estes "iniciados", pois enfrentaram nada mais nada menos que os actuais campeões europeus do momento, a Holanda ( equipa que já foi recordada no nosso Baú das Recordações ) . O jogo ficou empatado a dois golos no final do prolongamento e foi para penalties, onde o responsável pela grande caminhada de 88 foi o carrasco de 92. Sim, Marco Van Basten falhou a única grande penalidade e garantiu a passagem dos dinamarqueses à final, que seria contra outro colosso, a Alemanha. A final foi a todos os títulos fantástica, dois golos bastaram para que o "rookie" Schmeichel, o capitão Olsen, o "camião" Jensen e a dupla da frente , Brian Laudrup e Flemming Povlsen agarrassem o ceptro. Sob a conduta brilhante de Richard Moller Nielsen, os nórdicos mereceram e inscreveram o seu nome para a história do futebol mundial.

Eis os golos do título dinamarquês em 92 na Suécia:
publicado por Pedro Ribeiro
Madaíl recandidata-se e Scolari fica até 2008
O actual presidente da Federação Portuguesa de Futebol ( FPF ), anunciou a sua candidatura às eleições de 6 de Janeiro de 2007, para tentar o seu quarto mandato à frente do organismo.

Logo após uma reunião da Liga de Clubes, Madaíl justificou a sua candidatura com "existência de projectos em curso, nomeadamente a revisão da Lei de Bases do Desporto, o regime jurídico e os novos estatutos da Federação". Confirmada está igualmente o convite feito ao actual presidente da Liga de Clubes, Hermínio Loureiro, para ser o Vice-Presidente da FPF, pelo que a resposta será dada ainda esta semana.

Com o anúncio feito por Madaíl, da sua recandidatura, fica desfeita a hipótese de Scolari abandonar a selecção nacional, pois a cláusula existente no seu contrato seria a da possibilidade de saída caso Madaíl não fosse reeleito. Desta forma o técnico brasileiro continuará a frente dos destinos da equipa das quinas até os objectivos serem cumpridos, ou seja, levar a selecção ao Euro-2008.

foto: ASF
publicado por Pedro Ribeiro
Lusa e os 11 Leões da Fabulosa

Alô Amigos Amantes do Glorioso Esporte Bretão!

Depois de terminar a 37º rodada, além do São Paulo ratificar cada vez mais a condição de campeão, dando uma paulada no fraquinho Cruzeiro do Oswaldo de Oliveira, apenas mais duas novidades: o Santos garantiu o ingresso na Pré-Libertadores, e a Ponte Preta, depois de tanto correr atrás, finalmente caiu. Agora, só resta uma vaga na Libertadores, que será decidida entre Paraná e Vasco, e vagas para a irrelevante e destratada Copa Sul Americana.

Na Série B, já foi tudo muito mais emocionante. Faltava apenas uma vaga para o acesso e seis times querendo fugir das quatro vagas do rebaixamento. No final das contas, o América RN, que quase viu a vaca indo pro brejo quando perdeu para o Santo André dentro de casa semana passada, conseguiu um empate heróico dentro do Mineirão, com o Galo campeão ganhando de 2 x 0 até os 15 do 1º tempo. Pena que o aguerrido Paulista acabou ficando de fora.

Já na luta contra o descenso, a Portuguesa, depois de ficar por mais de 20 rodadas na zona de rebaixamento, conseguiu escapar. E foi ganhando do Sport. No Recife. De virada. De pênalti. Aos 44 minutos. A Lusinha é mesmo inacreditável. Pior para Paysandu, que caiu ano passado da série A para a B, e agora para a C. Lamentável. Foram com eles São Raimundo e Vila Nova.

Na Série C, o Criciúma se sagrou campeão mesmo. Amanhã, haverá a definição do 4º classificado, Barueri e Ferroviário, em duelo eletrizante que ocorrerá no Parque Antártica.

Ainda falta uma rodada nas Séries A e C, enquanto a B já acabou. Até domingo, todas as divisões já terão seus campeonatos encerrados; e aí, meu amigo, a cabeça fica nas especulações e em 2007, que promete ser eletrizante!


Thiago Reimão - Correspondente em São Paulo, Brasil

publicado por Reimão
Taça de Portugal - sorteio da 4ª eliminatória
Realizou-se esta manhã de terça-feira o sorteio da 4ª eliminatória da Taça de Portugal que englobou pela primeira vez as equipas da 1ª divisão.

O destaque deste sorteio, vai naturalmente para os grandes, cujo destino encaminhou o Sporting à Madeira, para jogar com o União, equipa da 2ª divisão, o Benfica receberá o Oliveira do Bairro, na Luz, e o detentor do título, o FC Porto, receberá o Atlético no Dragão, ambas as equipas são de escalões secundários. O clube isento nesta eliminatória será o Rio Ave, da Liga de Honra.

Eis o sorteio de todos os jogos referentes à 4ª eliminatória:

Valecambrense - Varzim
Louletano - Espinho
Pontassolense - Olivais e Moscavide
Aves - Oliveirense
Estoril - Santa Clara
Juventude de Évora - Pinhalnovense
Paredes - Belenenses
Estrela da Amadora - Feirense
Paços de Ferreira - União de Leiria
Nacional - Vizela
Bragança - Marco
Beira-Mar - Santana
Leixões - Famalicão
Naval 1º Maio - Casa Pia
Covilhã - Mafra
Boavista - Macedo de Cavaleiros
Santiago – Odivelas
Gondomar - Rio Maior
Braga – Portimonense
Académica - Vitória de Setúbal
Maia - Lagoa
Sertanense - Lusitânia
Penalva do Castelo - Maria da Fonte
Camacha – Olhanense
Penafiel - Marítimo
União da Madeira - Sporting
FC Porto - Atlético
Benfica - Oliveira do Bairro

Clube Isento: Rio Ave

foto: abola.pt
publicado por Pedro Ribeiro
TOTTI - Magistral...
Numa semana marcada pelo fantástico golo de Ronaldinho, se ainda não viu aconselho-o vivamente a ver - notícia mais abaixo, Francesco Totti voltou a demonstrar que os grandes jogadores não esquecem e após a grave lesão sofrida, tem vindo aos poucos a voltar à forma que o acompanhou e fez dele um símbolo da Roma.

É já o terceiro melhor marcador da Liga Italiana com sete golos, este fim de semana fez uma "doppieta" como dizem os italianos e o segundo golo marcado em Génova frente à Sampdória vale a pena ver e rever...

Apreciem:

http://www.youtube.com/watch?v=G0GyYaI6DoU


publicado por João M Lopes
Crónicas dos jogos...por Filipe Falardo
11.ª jornada da Liga de Honra

No topo da tabela o Feirense continua líder após vitória sofrida em Olhão, onde esteve a perder por duas vezes. O Santa Clara assumiu o segundo lugar ao conseguir vencer na Póvoa de Varzim. Em baixo, as coisas estão pouco diferentes pois o Chaves continua em último lugar e com apenas mais um ponto encontram-se o Gil Vicente e o Vizela, sendo que este último tem vindo a cair na tabela jornada após jornada.


Ol.Moscavide 4 – 1 Chaves

Golear e depois descansar

Em Moscavide, a partida contou na assistência com figuras conhecidas do futebol como Rui Caçador, Jean Paul e Rolão Preto e ainda alguns jogadores da liga principal. O Ol.Moscavide entrou a todo o gás e ao intervalo já vencia de forma natural por 3-0. No entanto, na segunda parte após o quarto golo, os lisboetas resolveram descansar e permitiram que o Chaves reduzisse a vantagem.


Vizela 2 – 3 Leixões

Nova vitória fora

O Leixões continua a vencer fora de portas e já leva cinco vitórias em seis partidas disputadas. Desta feita a tarefa foi bem complicada num jogo onde o marcador teve grandes alternâncias. O Vizela marcou primeiro mas no minuto seguinte os Leixonenses igualaram e mesmo antes do intervalo ainda marcaram o segundo. Na segunda parte houve um golo para cada lado o que permitiu ao Leixões arrecadar outra vitória a jogar fora.


Olhanense 2 – 3 Feirense

Derrota injusta gera confusão

O Feirense conseguiu manter-se líder do campeonato muito por culpa da arbitragem ter estado em “dia não” em Olhão. Os locais registaram a melhor exibição da época mas os erros sucessivos do árbitro permitiram ao Feirense a obtenção do segundo golo, sendo que o juíz e não assinalou também uma grande penalidade a favor do Olhanense. Após o terceiro golo do Feirense gerou-se a confusão que resultou em três expulsões para os da casa.


Gondomar 3 – 0 Estoril

Contra-ataques arrasaram

Em Gondomar o jogo foi repartido de forma igual pelas equipas, mas com o primeiro golo dos homens da casa, ainda na primeira parte, o jogo mudou. Os gondomarenses resguardaram-se na sua defesa e apenas chegavam à baliza adversária através de contra-ataques perigosos que resultaram em golos. A equipa do Estoril não mostrou argumentos capazes de inverter o resultado e sofreu pesada derrota.


Penafiel 1 – 1 Gil Vicente

“Galos” já respiram...mas pouco

O Gil Vicente com este precioso empate, igualou o Vizela e deu importante passo para sair da zona de despromoção. Esta foi uma partida muito disputada onde os homens da casa alcançaram o golo de penalty, ainda na primeira parte, mas que não souberam aproveitar a vantagem numérica, depois da expulsão de um jogador do Gil Vicente. Os barcelenses chegaram ao golo no início do segundo tempo e o marcador não se alterou mais até final.


Varzim 1 – 3 Santa Clara

“Açorianos” continuam a voar

O Santa Clara soma e segue para segundo lugar com esta vitória suada, depois de ter estado a perder logo no início da segunda parte. O Varzim esteve melhor, sobretudo no primeiro tempo, mas esse domínio não se traduziu em golos, e que acabou por ser castigado com os últimos dois tentos do Santa Clara marcados nos últimos minutos da partida.


Guimarães 2 – 0 Trofense

Domínio claro dos homens da casa

O Guimarães entrou na partida praticamente a vencer pois aos sete minutos inaugurou o marcador. O Trofense nem deu sinal de reagir e acabou por sofrer outro golo antes do intervalo, este apontado na própria baliza. No segundo tempo o domínio pertenceu igualmente ao Guimarães, mas o Trofense dispôs ainda de uma oportunidade para reduzir a desvantagem que acabou por desperdiçar.


Portimonense 1 – 3 Rio Ave

Primeira vitória fora

O Portimonense continua sem vencer em casa e o Rio Ave venceu pela primeira vez fora de portas. Os caseiros puseram-se em vantagem mas pouco tempo depois o Rio Ave igualou o marcador e ainda chegou ao segundo golo. Os algarvios perderam-se em campo após terem marcado o tento e ainda consentiram o terceiro aos forasteiros. O Rio Ave obteve assim importante vitória com os três golos a surgirem de bola parada.

Filipe Falardo - Jogador do Olivais e Moscavide (emprestado pela União de Leiria)
publicado por Filipe Falardo
CALCIO: Roma Imparável e Inter distancia-se...

Jornada 13 do Calcio marcada por jogo entre primeiros que possibilitou ao Inter distanciar-se do "incómodo" Palermo. Destaque ainda a 5ª vitória consecutiva da Roma e para o regresso às vitórias do AC Milan.

Não foi fácil, mas a equipa de Luís Figo(ficou no banco) foi à Sicilia bater o sensacional Palermo por 2-1. O encontro começou da melhor forma para aos milaneses quando aos 7' Ibrahimovic com um potente remate, e com algumas culpas para o experiente Fontana, fez o 0-1. O Palermo reagiu da melhor forma e a fechar a 1ª metade do jogo (45'), o brasileiro Amauri restabeleceu a igualdade. Na segunda parte o Palermo entrou muito bem no jogo, mas a experiência e qualidade dos jogadores do Inter fez toda a diferença. Aos 61' Adriano dá inicio a uma excelente jogada e Vieira com um forte remate faz o resultado final. Até ao fim o Palermo ainda teve uma excelente oportunidade com Caracciolo a enviar uma bola ao ferro, mas acabou por não conseguir chegar novamente ao empate. Com esta vitória o Inter distancia-se 6 pontos da Palermo e quatro da AS ROMA, actual segundo classificado.

A Roma continua em grande forma e este domingo foi ao dificil campo da Sampdória vencer por 4-2. Francesco Totti parece estar de regresso às grandes exibições e foi o herói do jogo ao marcar dois golos, o último dos quais monumental. o médio Perrota e o defesa Panucci foram os marcadores dos restantes golos romanos.

O AC Milan sem fazer uma boa exibição, jogou o quanto bastou para regressar às vitórias e ultrapassar a barreira da dezena de pontos na Liga. O incansável Paolo Maldini, 38 anos, foi o autor do único golo da partida frente ao Messina.

Quanto aos portugueses, Fernando Couto foi o único em campo, este fim de semana, ao alinhar 90' na derrota do Parma frente ao Catania. Vidigal viu do banco a sua equipa empatar em Reggio Calabria frente à Reggina (2-2). Já Ricardo Esteves nem sequer foi convocado.

Também o central Semedo, emprestado pelo Sporting ao Cagliari ficou fora das opções para o jogo frente ao Empoli, no qual e equipa da Sardenha foi derrotada por 1-0.


Resultados:
Atalanta-Torino, 1-2
Catania-Parma, 2-0
Empoli-Cagliari, 1-0
Lazio-Ascoli, 3-1
Reggina-Livorno, 2-2
Sampdoria-AS Roma, 2-4
Siena-Fiorentina, 1-1
Palermo-Inter Milan, 1-2
Chievo-Udinese, 2-0
AC Milan-Messina, 1-0

Classificação:
1.Inter 33
2.Roma 29
3.Palermo 27
4.Livorno 20
5.Empoli 19
6.Catania 19
7.Lazio 18
8.Atalanta 17
9.Siena 17
10.Udinese 16
11.Cagliari 14
12.Messina 14
13.Torino 14
14.Sampdoria 13
15.Milan 11
16.Parma 8
17.Chievo 7
18.Fiorentina 5
19.Ascoli 5
20.Reggina 1

Marcadores:
1 - Christian Riganò (Messina) 9 Golos
2 - Rolando Bianchi (Reggina) 7 Golos
3 - Francesco Totti (AS Roma) 7 Golos

foto: cnn.com
publicado por João M Lopes
Liga Bwin - 11ª jornada
Esta noite jogou-se o restante desafio para a conclusão da 11ª jornada da Liga Bwin, onde o Sp. Braga foi vencer no terreno do Setúbal, por 1-2, ascendendo desta forma ao 3º lugar, destronando o SL Benfica, que tem um jogo a menos.

Eis os resultados e classificação da jornada:


foto: portalfutebol.net

publicado por Pedro Ribeiro
Cannavaro realiza sonho
Fabio Cannavaro foi o vencedor, há muito anunciado, do troféu Bola de Ouro, atribuído pela revista francesa "France Football".

Tal como tínhamos também nós noticiado há semanas atrás, o italiano foi o homem que levou o prémio para casa, depois de uma época excepcional, onde ganhou o Mundial de 2006 na Alemanha, tendo sido o capitão da Squadra Azzurra.

Actualmente ao serviço dos merengues do Real Madrid, o pequeno grande jogador, confessou estar a realizar um sonho de sempre. "Estou muito feliz. É um sonho que procurei em toda a minha vida porque para um defesa é muito difícil ganhá-lo", relatou o italiano à rádio espanhola Marca.

Fabio Cannavaro expressou também a vontade de festejar a conquista do troféu com os adeptos do Real, que sempre o apoiaram: "Espero festejar este título no Bernabéu porque é um sonho".

Em relação ao futuro, o capitão da selecção manifestou ao desejo de conquistar títulos com a sua nova camisola blanca: "O meu objectivo é melhorar sempre e agora tenho de ganhar um troféu pelo Real Madrid: a liga ou a 'Champions' ".

foto: marca.es
publicado por Pedro Ribeiro
Miccoli KO, Luisão OK
O Benfica começou esta segunda-feira a preparação para o dérbi com o Sporting na próxima sexta-feira, a contar para a 12.ª jornada da Liga portuguesa. A boa nova para Fernando Santos é o regresso do defesa Luisão que poderá entrar nas contas do técnico encarnado para o clássico.

Ausente esteve Miccoli que apenas cumpriu tratamento, devido a uma lesão muscular contraída frente à equipa insular que o pode afastar do jogo com o rival da segunda circular.

Os titulares da última partida efectuaram um treino de 50 minutos no relvado e foram, depois, para o ginásio. Rui Costa, ainda em recuperação, realizou corrida na companhia de Rodolfo Moura.

fonte: sportugal.pt

foto: sapo.pt
publicado por Bruno Leite
Maradona já tem estátua na Argentina
Diego Armando Maradona foi homenageado na Argentina, este domingo. O antigo jogador tem a partir de agora uma estátua no museu do Boca Juniors, em Buenos Aires. Maradona é retratado com o equipamento da selecção nacional, com a faixa de capitão e a mão no peito. A estátua é inspirada no Campeonato do Mundo de 1986, que a Argentina venceu depois de defrontar a Alemanha na final. O projecto foi financiado por quase 200 fãs do ex-jogador. Os admiradores de Maradona contribuíram para pagar a obra realizada pela professora de artes visuais Elizabeth Eichhorn.

foto: fifa.com
publicado por Bruno Leite
GOLO DA SEMANA: Ronaldinho em momento mágico
O brasileiro Ronaldinho Gaúcho não necessita de palavras que o descrevam, pois é simplesmente o melhor jogador do mundo, mas nem tudo estava no portofólio deste jogador. Muitos foram os golos espectaculares que pudemos assistir por parte deste magnífico jogador, mas nas palavras do próprio: "Sempre sonhei em marcar um golo assim e nunca tinha tido a oportunidade. Foi um momento espectacular para mim".

Eis o golo que maravilhou o mundo do futebol, marcado esta semana, em pleno Camp Nou, frente ao Villareal, no seu segundo golo da noite:

foto: alltomtv.se
publicado por Pedro Ribeiro
La Liga: Real vence em Valência e continua na luta
A 12ª jornada da Liga espanhola tinha um enorme atractivo, a deslocação do Real Madrid ao Estádio Mestalla, para jogar contra o Valência, de Hugo Viana e Miguel.

Com Miguel a titular e Hugo Viana no banco, não tendo entrado na partida, o Valência foi impotente para travar os merengues, e perderam por uma bola a zero, com golo de Raúl, ao minuto 51. O Real venceu mas não convenceu, uma vez que a equipa "che" dominou grande parte do jogo, e o próprio Capello manifestou a "sorte" no desafio.

O Barcelona recebeu no seu campo o Villareal e cilindrou por quatro golos a zero, com um bis de Ronaldinho, dos quais o último tendo sido uma obra de arte. Gudjohnsen e Iniesta fecharam a conta, num jogo aparentemente fácil demais para os catalães, que assim mantêm a liderança.

O Sevilha, do português Duda, foi a Bilbao derrotar o Atlético local, por 1-3, com um bis do "fabuloso" Luís Fabiano. O Espanhol, de Armando Sá e César Peixoto, foi a Sevilha jogar com o Bétis, e empatou a uma bola. O Huelva, de Beto, jogou em Santander, e perdeu por 4-3 com o Racing, num jogo cheio de golos, no qual o português marcou um dos golos e acabou por ser expulso O Deportivo, de Jorge Andrade, foi ao terreno do Osasuna ser copiosamente derrotado por 4-1. O Atlético de Madrid, do trio de portugueses, Costinha, Maniche e Zé Castro, recebeu e empatou com a Real Sociedade, de Fábio Felício,a uma bola. Por fim, o Nastic, de Makukula, recebeu o Maiorca, de Nunes, e perdeu por 2-3.

Eis a classificação da Liga espanhola:

1º - Barcelona, 12 - 29
2º - Sevilha, 12 - 28
3º - Real Madrid, 12 - 26
4º - Saragoça, 12 - 23
5º - Atlético de Madrid, 12 - 21
6º - Getafe, 12 - 20
7º - Recreativo, 12 - 19
8º - Valência, 12 - 18
9º - Villareal, 12 - 18
10º - Celta, 12 - 17
11º - Deportivo, 12 - 16
12º - Maiorca, 12 - 16
13º - Racing Santander, 12 - 14
14º - Espanhol, 12 - 13
15º - Levante, 12 - 13
16º - Osasuna, 12 - 11
17º - Bétis, 12 - 9
18º - Atlético de Bilbao, 12 - 8
19º - Real Sociedade, 12 - 5
20º - Gimnastic, 12 - 5

foto: as.com
publicado por Pedro Ribeiro
Premiership: Duelo de gigantes com saldo dividido
A Premiership teve esta semana um grande duelo, à 14ª jornada, os actuais campeões do Chelsea deslocaram-se ao terreno dos actuais líderes do campeonato, o Manchester United.

O jogo era esperado com enorme ansiedade, uma vez que o Manchester tem revelado até agora uma regularidade muito grande, face a um Chelsea que não está na mesma posição dos anos anteriores.

O embate estava a correr de feição aos "red devils", que ao minuto 29, através de Saha, se pôs na frente. O francês redimiu-se da grande penalidade falhada no terreno do Celtic, na Liga dos Campeões. Mas seria um português a estragar a festa vermelha em Old Trafford, Ricardo Carvalho, de cabeça, ao minuto 69, repôs a igualdade e sentenciou o jogo. O empate deixa tudo na mesma na tabela, e ambas as equipas estarão a apenas três pontos de distância.

O Arsenal saiu derrotado do Reebok Stadium, frente a um Bolton, do português Vaz Tê, que se revelou letal. Anelka, com um bis, e Faye, vergaram os gunners, que apenas reduziram com um golo do brasileiro Gilberto Silva.

O Liverpool conseguiu uma vitória, no seu estádio, perante o Manchester City, com um golo do capitão Steven Gerrard, ao minuto 67, após jogada feita a partir do meio campo.

Nas restantes partidas da Premiership, e em relação a equipas onde militam portugueses, o Everton, de Nuno Valente, foi ao terreno do Charlton empatar a uma bola. O Middlesbrough, onde Abel Xavier foi titular e foi o melhor em campo, foi empatar ao campo do Aston Villa, igualmente a uma bola. O Fulham, de Boa Morte, recebeu e perdeu com o recém-promovido Reading, por zero a um. O Portsmouth, de Pedro Mendes e Manuel Fernanndes, continua a sua boa campanha no campeonato, e desta feita foi Newcastle vencer por um a zero.

Eis a tabela classificativa à passagem da 14ª jornada:

1º - Manchester United, 14 - 35
2º - Chelsea, 14 - 32
3º - Bolton, 14 - 24
4º - Portsmouth, 14 - 23
5º - Aston Villa, 14 - 23
6º - Arsenal, 13 - 22
7º - reading, 14 - 22
8º - Everton, 14 - 21
9º - Liverpool, 14 - 21
10º - tottenham, 14 - 19
11º - Wigan, 13 - 18
12º - Fulham, 14 - 17
13º - Middlesbrough, 14 - 16
14º - Manchester City, 14 - 16
15º - West Ham, 14 - 14
16º - Blackburn, 13 - 13
17º - Newcastle, 14 - 13
18º - Sheffield United, 14 - 10
19º - Watford, 13 - 9
20º - Charlton, 14 - 9

foto: chelseafc.com
publicado por Pedro Ribeiro
FC Porto vence no Restelo em jogo fraquíssimo
O FC Porto deslocou-se a Lisboa para enfrentar o Belenenses, nesta noite de domingo, em jogo a contar para a 11ª jornada do campeonato nacional.

Os campeões nacionais, líderes do campeonato à partida para este jogo, vinham de uma moralizadora vitória sobre o CSKA de Moscovo, a contar para a Liga dos Campeões, e desejavam continuar a senda de triunfos, de modo a manter a liderança. Por seu turno, o Belenenses, a jogar na sua casa e com o seu público, queria igualmente garantir a conquista de pontos, tanto quanto tem mandado parte da tradição, visto a equipa de Belém ser uma formação complicada quando joga no seu Estádio.

O jogo iniciou-se e teve logo uma polémica, à passagem do minuto 7, quando na marcação de um canto batido por Quaresma, a bola é salva sobre a linha, num lance muito protestado pelos azuis e brancos, mas Olegário Benquerença não validou golo algum. No minuto seguinte, Bosingwa centrou e Postiga cabeceou para defesa de Marco. Os azuis do Restelo responderam , através de Zé Pedro, que rematou de longe com a bola a sair muito perto da baliza de Helton. Ao minuto 19, quase se inaugurava o marcador, numa troca confusa de bola na área do Belenenses, Pepe acabou por rematar à barra.

O Porto dominava a partida, tendo o domínio maior de bola e criando os lances mais perigosos, estando apenas a faltar o golo que os dragões tanto ansiavam. Zé Pedro era o jogador mais incoformado do Belenenes, e foi dele mais um remate perigoso, ao minuto 33, com a bola a sair de novo muito perto do poste da baliza de Helton. Minuto 41, finalmente o golo portista. Paulo Assunção fez um centro para a área, o guarda-redes Marco saiu para socar a bola ao mesmo tempo que o central Bruno Alves também saltou, a bola saiu para a frente, onde apareceu Postiga a rematar fácil para a baliza. Estava conseguido o tento que tanto procuravam, e igualmente feita justiça no marcador. O final da 1ª parte viria pouco depois, com os azuis e brancos a irem para as cabines mais descansados, ficando a tarefa para os pupilos de Jorge Jesus de conseguirem meios para subirem no terreno e dar mais luta aos dragões no segundo tempo.

A segunda metade começou com a saída de bola para os portistas, com a mesma toada ofensiva por parte da equipa do norte. Raúl Meireles e Lucho remataram forte, mas não criaram algum perigo de maior para Marco. Ambas as equipas amoleceram ainda mais para o segundo tempo, com os lances a serem muito escassos e com o jogo a estar mais concentrado no meio do campo. Realce para o minuto 70, quando o ciganito desferiu um cruzamento remate que ia proporcionando o segundo golo, tendo Marco feito uma bela defesa.

O jogo chegaria ao fim sem registo de algum lance digno de perigo, sendo uma segunda parte muito pobre para um jogo de 1ª liga, ficando patente a falta de argumentos por parte dos homens do Restelo, ficando a cargo do FC Porto ter gerido os esforços e controlando o jogo ao seu belo prazer. Desta forma, os campeões nacionais mantêm a liderança, endo na próxima jornada uma difícil tarefa, ao enfrentar o Boavista, naquele que vai ser o duelo da Invicta.

Liga BWin, 11.ª jornada

Estádio do Restelo, Lisboa

Árbitro: Paulo Paraty (Porto)

MVP Planet Football 10 - Postiga

Belenenses: Marco Gonçalves; Gaspar, Rolando, Nivaldo e Rodrigo Alvim; Sandro Gaúcho; Silas, Ruben Amorim (Cândido Costa, 62) e José Pedro; Manoel (Dady, 73) e Roma (Eliseu, 56)
Treinador: Jorge Jesus

FC Porto: Helton; Bosingwa, Pepe, Bruno Alves e Fucile; Paulo Assunção (Ibson, 46), Raul Meireles e Lucho; Lisandro, Hélder Postiga (Bruno Moraes, 69) e Ricardo Quaresma (Alan, 87)
Treinador: Jesualdo Ferreira

Acção disciplinar: Cartão amarelo para Ruben Amorim (21), Paulo Assunção (24), Rodrigo Alvim (50) e Sandro Gaúcho (88)

Golos: 0-1, Hélder Postiga (41)

Resultado final: 0-1

foto: sportugal.pt
publicado por Pedro Ribeiro
Schalke 04 continua na liderança da Bundesliga
14ª Jornada
Nesta jornada o destaque vai para o Schalke 04 que confirmou o excelente momento de forma que atravessa, vencendo em casa o Bochum por 2-1 e permanecendo assim na liderança da Bundesliga. Os golos do Schalke foram marcados na primeira parte por M.Rafinha (19’) e por P.Lövenkrands (27’). Na segunda parte o Bochum reduziu para 2-1 com um golo de T.Gekas aos 49’. Desde a época 2000/2001 que o Schalke 04 não conseguia estar na liderança da Bundesliga em duas jornadas consecutivas! Algo que poderá motivar ainda mais a equipa do Schalke 04 que na próxima jornada desloca-se ao campo do FC Nürnberg, actualmente no 9º lugar.

Depois de algumas jornadas menos positivas, o Werder Bremen goleou em casa o Arminia Bielefeld por 3-0 e consolidou assim o 2º lugar na Bundesliga. O avançado alemão M.Klose foi a figura do encontro marcando dois golos aos 29’ e 45’ da primeira parte. No segundo tempo o avançado A.Hunt marcou o 3-0 aos 75’. O avançado português Hugo Almeida foi titular ao lado de M.Klose e esteve em grande plano, participando activamente nos lances dos primeiros dois golos do Werder Bremen.

O Stuttgart do português Fernando Meira recebeu em casa o Borussia M'gladbach do português Zé António e venceu por 1-0. Ambos os portugueses foram titulares num jogo decidido logo aos 6’ com um golo do avançado brasileiro Cacau. Com este resultado o Stuttgart fica no 3º lugar com os mesmos pontos do Werder Bremen e a dois pontos do líder Schalke 04.

No 4º lugar da Bundesliga está o FC Bayern München que venceu no campo do Hamburger SV. A equipa do HSV até começou bem o jogo adiantando-se no marcador logo aos 18’ pelo médio holandês Van Der Vaart mas, na segunda parte a dupla do momento da Bundesliga, Roy Makaay (56’) e Pizarro (78’), deu a volta ao resultado e garantiu assim mais uma vitória para o FC Bayern.

Resultados da 14ª Jornada da Bundesliga 06/07:
FC Schalke 04 VfL Bochum 2:1
SV Werder Bremen Arminia Bielefeld 3:0
Hamburger SV Bayern München 1:2
Hertha BSC Berlin TSV Alemannia Aachen 2:1
Hannover 96 FSV Mainz 05 1:0
Eintracht Frankfurt Borussia Dortmund 1:1
VfL Wolfsburg FC Nürnberg 1:1
Bayer Leverkusen Energie Cottbus 3:1
VfB Stuttgart Borussia Mönchengladbach 1:0

Classificação – Bundesliga 06/07:
Pos Clube J V E D DG Pts
1 FC Schalke 04 14 9 2 3 9 29
2 SV Werder Bremen 14 8 3 3 18 27
3 VfB Stuttgart 14 8 3 3 8 27
4 FC Bayern München 14 8 2 4 6 26
5 Hertha BSC Berlin 14 6 6 2 6 24
6 Arminia Bielefeld 14 5 5 4 5 20
7 Borussia Dortmund 14 4 7 3 2 19
8 VfL Wolfsburg 14 4 7 3 -1 19
9 FC Nürnberg 14 3 9 2 3 18
10 Bayer 04 Leverkusen 14 5 3 6 2 18
11 Eintracht Frankfurt 14 3 8 3 -2 17
12 Energie Cottbus 14 4 4 6 -4 16
13 Hannover 96 14 4 4 6 -9 16
14 TSV Alemannia Aachen 14 4 3 7 -5 15
15 Borussia Mönchengladbach 14 4 1 9 -8 13
16 VfL Bochum 14 3 3 8 -10 12
17 Hamburger SV 14 1 8 5 -5 11
18 FSV Mainz 05 14 1 6 7 -15 9

fotos: kicker.de

Diogo Oliveira - Correspondente em Ulm, Alemanha

Etiquetas:

publicado por Diogo Oliveira
Tragédia no Chile: O último testemunho do jornalista do "Record" André Romeiras
De: André Romeiras [mailto:andre_romeiras@hotmail.com]
Enviada: qui 23-11-2006 16:14
Para: jalmeida@record.pt; pcgoncalves@record.pt; ssimões@record.pt;
Assunto: Incrusión en PATAGÓNIA

"Pois é, cá estou eu no fim do Mundo, meus caros, e que fim do Mundo... Por onde começar? Na cosmopolita e cultural Buenos Aires, na pureza de Bariloche (ainda na Argentina), na região dos lagos e vulcões com cume nevado no Chile, no marisco e pinguins e lobos-marinhos da isla de Chiloe, na surreal carretera austral... tudo em apenas 16 dias. Quedan más 10...

Tem sido tudo à maneira, desde as pessoas, supertranquilas, as paisagens com que nos debatemos diariamente. Aliás, o mais difícil é absorver tanta informação, já que nos aparece tanta coisa diversa e ainda tão virgem. Já tive o meu primeiro contacto com glaciares, o de maior dimensão suspenso numa rocha com direito a cascata, que origina por sua vez um lago verde, o chamado lago glaciar. Isto depois de uma caminhada muy dura. É, de resto, o que temos feito: percurso de jipe a diversos parques naturais, senderos (caminhadas), e observar as maravilhas da natureza, muitas vezes debaixo de chuva intensa nas denominadas "rain forests".

Contamos com muitos quilómetros nas "pernas", mas a vontade de ir mais além, até ao fim da carretera austral (Vila O'Higgins) mantém-se intacta. Beberemos uma cervejita (ou mais, a que houver), tal como fizemos na nossa inesquecível incursão no Pacífico. Aí, graças à técnica Vale Milhaços, abrimos a cerveja com isqueiro e cortámos queijo com uma concha do mar.

Palavras para quê? Somos portugueses e estamos a conquistar outra vez os mundos...

Forte abraço desde aqui, volto em breve...

Andrés"

f
onte: record.pt
publicado por Bruno Leite
Tragédia no Chile: Queda de avião vitima 4 jovens profissionais de comunicação portugueses
César Oliveira e André Romeiras, do jornal Record, Maria José Margarido, do “Diário de Notícias”, e Cláudia Magalhães, directora da agência Parceiros da Comunicação, bem como a guia chilena Verónica Poblete, foram vítimas de uma trágica queda de avião no Chile, eles que se encontravam a gozar um período de 26 merecidos dias de umas férias de sonho.

Eram 14 e 36 (17 e 36 em Lisboa) de sexta-feira, dia 24, quando o pequeno bimotor “Beechcraft Baron 55”, pilotado por Willy Stone, um experimentado profissional de 47 anos – com 3.500 horas de voo e 20 anos de experiência, dez dos quais naquela zona – descolou do aeródromo Teniente Vidal, da cidade chilena de Coyhaique, cerca de 1.887 quilómetros a sul da capital, Santiago do Chile.

O CC-CAC de uma transportadora turística local seguia na direcção da Lagoa de San Rafael, devendo aterrar cerca de 40 minutos depois, numa pista próxima, mas nunca chegou ao seu destino. Quatro minutos após a descolagem, o piloto fez o último contacto via rádio.Perto das 15 horas, activou-se o ELT – sinal de emergência do avião sinistrado, que emite durante três dias após o momento do embate e possibilita a definição das coordenadas onde se encontra –, tendo o Centro de Controlo Aéreo da região de Puerto Montt activado de imediato o sistema de busca aérea. Um helicóptero particular percorreu então a rota habitual para San Rafael, avistando o bimotor destruído na região de Aysén, em Lago Atravesado, 18 quilómetros a sudoeste de Coyhaique, num desfiladeiro de difícil acesso.Em voos sucessivos, o helicóptero transportou até perto do local do acidente soldados do Grupo de Operações Especiais de Carabineiros que, uma vez em terra, percorreram a pé o caminho até junto da aeronave. E foi o capitão Ilabaca quem confirmou, presencialmente, que todos os ocupantes se encontravam sem vida.

Só na manhã de sábado foi possível a um helicóptero do Exército do Chile levar até à zona o Serviço Aéreo de Resgate, tendo uma equipa de comandos, com a ajuda de motosserras, procedido ao corte de árvores e improvisado um espaço para aterragem do aparelho junto do local do acidente, seguindo-se então o resgate dos corpos, que foram transportados para o aeródromo Teniente Vidal. O comandante do grupo afirmou que o bimotor teria chocado, 5 minutos depois da descolagem, contra a parede da montanha, “num golpe seco”.Caixa de PandoraSabe-se que chovia à hora em que se deu a queda do avião. O piloto Roberto Léon, que participou nas buscas, disse que o tempo estava “fechado”, mas não o suficiente para atrapalhar o piloto. A região de Aysén, uma complexa mistura de montanhas, lagos e gelos milenares, caracteriza-se por mudanças bruscas de temperatura que dificultam a navegação aérea e já causaram vários acidentes com aviões de pequeno porte nos últimos anos. Em três desses sinistros, as vítimas não puderam ser resgatadas.

Em entrevista recente, Willy Stone afirmara: “Somos pilotos de cordilheira, pelo que devemos conhecer bem o terreno e a maneira de escaparmos às turbulências, e voarmos com condições de visibilidade restringida. Toda a zona é uma Caixa de Pandora.”

Os portugueses chegaram no dia 22, às 21 e 30 , ao Hostal Licarayen, em Coyhaique, num jipe de matrícula argentina. “Era um grupo muito unido, alegre e de muito bom trato. Pareceu-me que vieram da Argentina por Puyehue, para continuar desde Chaitén pela estrada austral até chegar a Coyhaique", explicou María Delia Torres, proprietária do hotel.Acrescentou que eles tinham muita vontade de conhecer a Lagoa de San Rafael, que é uma das atracções internacionais da região que integra os Campos de Gelo do Norte."Antes de saírem para o aeroporto, durante o pequeno-almoço, falei com eles. Conversámos muito, pois gosto de conhecer os turistas que por aqui passam, para saber de onde vêm e a que se dedicam. Agora estou muito triste”, concluiu María Delia Torres.

Os corpos dos turistas portugueses vão agora ser autopsiados, provavelmente já amanhã, após o que a Secretaria de Estado das Comunidades, que desde cedo ficou em contacto com as autoridades chilenas, tratará dos trâmites legais indispensáveis ao repatriamento, que poderá acontecer na terça-feira.

É com um sentimento de grande pesar que a equipa Planet Football 10 endereça às famílias enlutadas os pêsames pela perda dos seus entes queridos e de quatro colegas da área da comunicação.

fonte: com record.pt

foto: dn.pt
publicado por Bruno Leite
Benfica: Receitas de bilheteira alcançam valor recorde no exercício 2005/06
As receitas de bilheteira do Benfica bateram no último sábado, no desafio com o Marítimo, um novo recorde de 14,171 milhões no exercício de 2005/06. O Benfica SAD emitiu um comunicado à CMVM onde informa que as receitas de bilheteira aumentaram 46 por cento e em relação aos cativos o aumento face ao ano anterior foi de 24,9 por cento.«A variação verificada na rubrica de receitas de bilheteira é justificada pela participação na Liga dos Campeões até aos quartos-de-final, possibilitando o conforto com os principais clubes europeus, nomeadamente o Manchester United, o Liverpool e o Barcelona», como se lê em comunicado.

fonte: abola.pt
foto: slbenfica.pt
publicado por Bruno Leite
Miccoli em risco para Alvalade e Old Trafford
O azar persegue Miccoli. O jogador italiano do Benfica voltou a lesionar-se, ao que tudo indica são novamente problemas musculares, e deverá falhar os encontros decisivos frente ao Sporting e Manchester United. De qualquer forma, Miccoli será reavaliado nas próximas 48 horas e fará exames complementares de diagnóstico já hoje. Só então será possível verificar a a verdadeira extensão da lesão e dizer se são apenas algumas queixas ou se se trata de uma lesão muscular, o que obrigará a paragem mais prolongada. A confirmar-se nova rotura, Fernando Santos terá de pensar em alternativas para o onze inicial e substituir um jogador que se vinha cotando, a par de Katsouranis, como o melhor do Benfica esta temporada.

foto: abola.pt
publicado por Bruno Leite
Wenger elogia Mourinho e sublinha valor Ronaldo
O técnico francês Arséne Wenger, treinador do Arsenal de Inglaterra, clube o qual representa há dez anos, falou sobre a sua carreira, o seu rival em Londres e outras questões actuais.

Wenger, em entrevista ao jornal Correio da Manhã, referiu que se sente muito bem em Londres, no Arsenal, e refere que tem tido uma relação muito boa, não só com o clube como com os adeptos: "Estou há dez anos em Londres e adoro o trabalho que tenho vindo a fazer. Passou muito rápido e isso é sinal que as coisas estão a correr bem. Gosto de estar aqui e tenho a certeza que tanto os adeptos como a direcção também me querem aqui". O francês chegou mesmo a receber convites do Real Madrid, mas sempre deu preferência aos gunners, que acabaram por ser o seu projecto de vida.

Em relação ao seu rival Mourinho, o técnico gunner é muito objectivo na sua análise: "Admiro qualquer treinador que tenha sucesso e como tal admiro o que tem feito", acrescentando porém: "Mas isto não é uma questão de admirar estilos, admiro é o seu trabalho. É natural que os estilos não agradem a todos". Wenger diz ainda que nem todos estavam à espera do estilo do treinador português, o qual classifica de confrontador, daí que seja alvo de inúmeras críticas: "Eu, por exemplo, não sou de festejar exuberantemente, mas compreendo-o. O jogo é tão emotivo e intenso que por vezes perdemos alguma racionalidade". No entanto não deixa de referir a qualidade do português: "Um treinador que ganhou o que ele já ganhou é natural que já esteja entre os melhores".

No que diz respeito ao jovem Cristiano Ronaldo, Wenger não hesita em referir que é um dos maiores valores do Mundo: "Quando chegou a Inglaterra disse que era a contratação que me causava mais inveja. É um jogador fantástico, um fora-de-série que vai continuar a brilhar, só espero que não seja contra o Arsenal".

O técnico francês no entanto possui uma jovem promessa, a qual já sabe do seu valor e que pretende vê-la emergir, no seu devido tempo. Trata-se do jovem de 15 anos, Rui Fonte, avançado contratado ao Sporting, e que actua nos juniores da equipa londrina, que, entretanto, já foi chamado pelo próprio Wenger para treinar com a equipa sénior algumas vezes.

Em relação à Liga dos Campeões, na qual o Arsenal está inserido no grupo do FC Porto, e prepara-se para vir precisamente ao Porto, para definir a continuidade na prova, Wenger é peremptório, mesmo que saiba que o empate garanta a passagem aos oitavos-de-final: "Empate pode servir? Sim, mas nós queremos é ganhar e tudo iremos fazer para o conseguir".

foto: skysports.com
publicado por Pedro Ribeiro
Benfica 2-1 Marítimo: Katsouranis resolve...
O Benfica continua a somar por vitórias os jogos realizados em casa, referentes ao Campeonato Nacional da Bwin Liga , depois de, este sábado, ter derrotado o Marítimo, por 2-1, em desafio da 11.ª jornada da prova. Contudo, apesar de ter pela frente um adversário pouco dado a pressões, a vitória encarnada só começou a ser construída mediante um auto-golo de Alex.

Com ambas as equipas a entrarem em campo com os mesmos onzes dos últimos jogos, foi o Benfica que, apoiado também no facto de jogar perante o seu público, rapidamente tomou conta das rédeas do jogo, criando oportunidades atrás de oportunidades e obrigando o Marítimo a defender bem perto da sua grande-área.

Consequência deste domínio claro, à passagem dos 15 minutos, já os encarnados tinham rematado por nove vezes à baliza de Marcos, com várias oportunidades de golo desperdiçadas, enquanto os insulares só por uma vez haviam conseguido desferir um remate à baliza de Quim… que passou por cima da trave.

Contudo, apesar da supremacia, os encarnados não conseguiam marcar, pelo que acabaria por ser um jogador do Marítimo, Alex, que, num lance dividido com Ricardo Rocha, aos 31 minutos, ajudaria a expressar no marcador o domínio exercido pela equipa da Luz. É verdade que o golo resultava de um lance infeliz para a defesa maritimista, mas também era um tento que a equipa o Benfica há muito fazia por merecer.

Inaugurado o marcador, o Benfica continuaria a dominar, mostrando ter o jogo na mão… até aos 41 minutos: depois de já ter tentado por uma vez, o brasileiro Marquinhos voltou a desferir um remate de fora da grande área, com a bola, desta vez, a entrar no canto superior direito da baliza de Quim. Era o balde de água fria nas aspirações da equipa da casa, que pouco depois saia para o intervalo sob alguns assobios que começavam a surgir nas bancadas.

Mas se o primeiro tempo tinha ficado marcado por uma surpresa desagradável para o Benfica, o segundo tempo não começaria melhor, já que, aos 48 minutos, Miccoli tinha de ser substituído, ao que tudo indica, com nova lesão muscular. Mais uma contrariedade no percurso do pequeno bombardeiro no Benfica, com as lesões ainda e sempre a atormentarem-no…

Com Mantorras já ao lado de Nuno Gomes, Nuno Assis dava, pouco depois, o seu lugar a Karagounis e seria já com o ex-interista em campo que outro grego, Katsouranis, se tornaria o melhor marcador do clube da Luz, na presente edição do campeonato da Liga – aos 66 minutos, o grego ex-AEK aproveitava um centro rasteiro de Simão Sabrosa para, junto ao poste esquerdo de Marcos, fazer aquele que seria o segundo golo do Benfica.

Até final, a equipa da Luz continuaria a exercer maior domínio na partida, com a principal nota de destaque a ir para a entrada de Manú na partida, por troca com Katsouranis, um regresso depois de um longo período de ausência, mas que inscreve o nome do ex-amadorense naquela que é a quinta vitória do Benfica em casa, em igual número de jogos.

MVP Planet Football 10 - Fabrizio Miccoli


Ficha de jogo

Estádio da Luz

Assistência: 34.377 espectadores

Árbitro: João Ferreira, de Setúbal

Benfica-
Quim; Nélson, Anderson, Ricardo Rocha e Léo; Petit, Nuno Assis (Karagounis, 61) e Katsouranis (Manú, 85); Simão; Nuno Gomes e Miccoli (Mantorras, 49).

Marítimo-
Marcos; Zé Gomes, Alex, Gregory e Evaldo; Wénio; Olberdam (André Barreto, 82) e Luís Olim; Filipe Oliveira (Neca, 74), Kanu (Moukouri, 66) e Marcinho.

foto: uefa.com
publicado por Bruno Leite
JOVENS ESTRELAS...
YAYA TOURÉ

Nacionalidade: Costa do Marfim
Posição: Médio centro - Volante
Idade: 22 anos (13/5/83)
Altura/Peso: 1.87m • 78kg
Internacional pela Costa do Marfim

Clube actual:Mónaco (França)

CARREIRA:

ASEC
Beveren
Beveren
Beveren
Metalurh Donetsk
Metalurh Donetsk
Olympiakos
Mónaco

É um monstro do meio campo nascido na Costa do Marfim: Yaya Touré, 22 anos, 1,87m. e 78kg. Lapidado, primeiro, na Academia de Guillou, em Abidjan, e, depois, na Bélgica, no Beveren, onde chegou em 2001/02 para alinhar duas épocas e meia, rumando depois para a Ucrânia, ao Metalurg Donetsk. Aos poucos, longe dos grandes palcos internacionais tornou-se num médio centro de grande capacidade física, táctica e técnica. Exactamente por esta ordem. Joga de área a área. Tem visão de jogo, é muito forte no choque, poderoso no jogo aéreo, e com lucidez técnica para executar bem o passe. Este médio deu nas vistas na época passada quando representava o Olympiakos da Grécia e foi recrutado pelo Mónaco de França onde, esta temporada, está a demonstrar toda a sua classe.

fonte: planetadofutebol.com
publicado por Bruno Leite
Quaresma envia carta à SAD do FC Porto
O jovem internacional e jogador do FC Porto, Ricardo Quaresma, enviou uma carta à SAD portista, depois de todas as notícias em torno da sua ida para o país vizinho, a fim de representar o Atlético de Madrid.

Quaresma, que se encontra num dos melhores momentos de forma da sua carreira, depois de ter sido eleito o melhor jogador do campeonato nacional passado, onde conquistou o título de campeão e a Taça de Portugal, foi decisivo e continua a ter um peso enorme no seio do plantel azul e branco.

Este ano o ciganito tem sido pedra basilar na equipa, tendo marcado golos importantíssimos e tido assistências de grande magnitude, e por tudo isto a Europa está atenta. Nesse mesmo ponto de vista, o clube espanhol do Atlético de Madrid, onde já jogam os portugueses Costinha, Maniche e Zé Castro, parecem estar interessados. Segundo o jonal desportivo As, as negociações até já estão concluídas, estando acordada a ida de Quaresma em Janeiro para Madrid, por cerca de 14 milhões de euros.

O próprio jogador, endereçou uma missiva à SAD portista, dando conta do seu desejo de permanecer no FC Porto. Aqui fica reproduzida na íntegra, a missiva de Ricardo Quaresma, a qual se encontra no sítio dos portistas na internet também:

"Exma. administração da FC Porto – Futebol, SAD:

Face a inúmeras notícias que têm sido veiculadas em diversos órgãos de comunicação social, venho por este meio informar a exma. administração de que não pretendo representar o Atlético de Madrid. A minha vontade é manter-me no FC Porto.

Ricardo Quaresma

Porto, 23 de Novembro de 2006
"

foto: abola.pt
publicado por Pedro Ribeiro
BAÚ DAS RECORDAÇÕES: Ajax campeão europeu com equipa jovem mas madura
Uma final de Liga dos Campeões, nos primeiros anos do actual formato da competição, mais concretamente a 24 de Maio de 1995, no Estádio Ernst Happel, em Viena, num palco de boas recordações para o FC Porto, encontraram-se Ajax e Milão. Naquele ano o Milão quase que dominava a Europa do futebol, com uma formação comandada por Fabio Capello, muito organizada e sem margem para erros, com jogadores de renome e craveira internacional. Desde o gigante Rossi na baliza, passando pelo capitão Baresi, o jovem Panucci, o emergente Desailly, o já experiente Maldini, o criativo Donadoni, o maduro Costacurta, com o trio Albertini, Boban e Simone, sem esquecer o prático Massaro. Foi uma formação vencedora de muitos títulos e temida por todas as congéneres mundiais. Mas em 1995, a equipa de Amsterdão mostrou que a juventude dá cartas, mesmo quando se duvida da qualidade das mesmas. O clube holandês fazia da aposta na juventude a sua escola e deu frutos quando Van Gaal decidiu pôr em campo as suas peças de ouro, e provou o que faltava para que muitos outros treinadores lhe seguissem a filosofia. O jogo foi equilibrado, como era de esperarar, tendo mesmo chegado aos momentos finais num clima de incerteza, mas uma uma jovem promessa saltou do banco e deu o troféu, mais que justo, ao clube que é criador de jovens talentos. Patrick Kluivert, ao minuto 85 deu a tão ambicionada Liga dos Campeões ao Ajax e com ele todos puderam celebrar uma conquista, muitos anos depois de Cruyff também terem dado a mesma alegria. Jovens como Van Der Sar, Reiziger, Seedorf, Kanu, Davids, Overmars e Kluivert deram mais tarde razão a quem sempre apostou no seu potencial, tornando-se grandes jogadores. Atletas que tiveram como escola a experiência dos mais velhos como Blind, o capitão, Rijkaard, o patrão, Finidi, o mago, os irmãos De Boer e o incógnito Litmanen. Foi um ano dourado e uma final para recordar nos tempos...

Eis o golo da final:

foto: geocities.com
publicado por Pedro Ribeiro
Sp. Braga derrotado em Sevilha
O Sporting de Braga sofreu, esta noite, em Sevilha, a segunda derrota em três jogos na fase de grupos da Taça UEFA. No terreno dos actuais detentores do troféu, os bracarenses sofreram um golo em cada parte, por intermédio de Luís Fabiano e Chevantón.

Um resultado que deixa os bracarenses obrigados a vencer na recepção aos suíços do Grasshoppers, a 14 de Dezembro, naquela que será a última ronda desta fase de grupos, mas também dependentes de terceiros, nomeadamente do Slovan Liberec, que hoje venceu o Grasshoppers.

Isto depois de um jogo em que o Sevilha confirmou por que razão está há 50 anos sem perder em «casa» nas competições europeias, para além de ser o actual detentor da Taça UEFA e ocupar o primeiro lugar do «ranking» da Federação de História e Estatística. É certo que os bracarenses até conseguiram enervar os andaluzes, mas a partir da vintena de minutos tornou-se num autêntico sufoco para o seu último reduto. Porém, o primeiro golo só surgiu já bem perto do intervalo, por intermédio de Luís Fabiano, o tal que passou um ano no FC Porto sem conseguir confirmar a alcunha de «fabuloso».

Em vantagem para a etapa complementar, os andaluzes passaram a ser mais comedidos, porém sem nunca perder o domínio sobre a equipa bracarense, que conseguiu assustar verdadeiramente o guarda-redes adversário, Palop. Assim, o segundo golo como que surgiu com naturalidade, desta feita pelo recém-entrado Chevantón, após série de tentativas para bater Paulo Santos, guarda-redes que ainda defendeu os dois primeiros remates do avançado uruguaio.

Estádio: Sanchez-Pizjuan, em Sevilha

Árbitro: Helmut Sleischer (Alemanha)

Sevilha – Palop; Daniel Alves, Javi Navarro, Escudé e David; Adriano (Alfaro, 78 m), Renato, Poulsen e Puerta; Kanouté (Kepa, 79 m) e Luís Fabiano (Chevantón, 65 m).

Sp. Braga – Paulo Santos; Luís Filipe, Paulo Jorge, Nem (Wender, 70 m) e Carlos Fernandes (João Pinto, 82 m); Frechaut, Ricardo Chaves e Vandinho; Maciel, Zé Carlos (Castanheira, 70 m) e Cesinha.

Disciplina: cartão amarelo a Luís Filipe (70 m), Cesinha (72 m) e Palop (86 m).

Marcador: 1-0 por Luís Fabiano; 2-0 por Chevantón (74 m).

fonte: abola.pt
foto: ASF
publicado por Pedro Ribeiro
Taça Uefa - 3ª jornada da fase de grupos
Tiveram lugar esta noite os jogos referentes à fase de grupos da Taça Uefa, onde a única equipa portuguesa entrou em acção, tendo o Braga jogado com o Sevilha, no país vizinho. Destaque nesta noite europeia para os restantes jogos dos 8 grupos.

Eis os resultados:

Grupo A

Auxerre-Rangers 2-2
Maccabi Haifa-Partizan Belgrado 1-0
descansou: Livorno

Classificação:

1º - Rangers, 3 - 7
2º - Maccabi Haifa, 3 - 6
3º - Livorno, 2 - 1
4º - Partizan Belgrado, 2 - 1
5º - Auxerre, 2 - 1

Próxima jornada:

Livorno-Maccabi Haifa
Partizan Belgrado-Auxerre
descansa: Rangers

Grupo B

Bayer Leverkusen-Tottenham Hotspur 0-1
Brugge-Dínamo Bucareste 1-1
descansou: Besiktas

Classificação:

1º - Tottenham Hotspur, 3 - 9
2º - Dínamo Bucareste, 2 - 4
3º - Brugge, 3 - 2
4º - Bayer Leverkusen, 2 - 1
5º - Besiktas, 2 - 0

Próxima jornada:

Besiktas-Brugge
Dínamo Bucareste-Bayer Leverkusen
descansa: Tottenham

Grupo C

Sevilha-Sp.Braga 2-0
Slovan Liberec-Grasshoppers 4-1
descansou: AZ Alkmaar

Classificação:

1º - AZ Alkmaar, 2 - 6
2º - Sevilha, 2 - 4
3º - Slovan Liberec, 3 - 4
4º - Sp. Braga, 3 - 3
5º - Grasshoppers, 2 - 0

Próxima jornada:

AZ Alkmaar-Slovan Liberec
Grasshoppers-Sevilha
descansa: Sp. Braga

Grupo D

Odense-Lens 1-1
Parma-Heerenveen 2-1
descansou: Osasuna

Classificação:

1º - Parma, 2 - 6
2º - Lens, 2 - 4
3º - Odense, 3 - 4
4º - Osasuna, 2 - 1
5º - Heerenveen, 2 - 1

Próxima jornada:

Osasuna-Odense
Lens-Parma
descansa: Heerenveen

Grupo E

Basileia-Nancy 2-2
Feyenoord-Blackburn Rovers 0-0
descansou: Wisla Cracóvia

Classificação:

1º - Blackburn Rovers, 3 - 7
2º - Nancy, 2 - 4
3º - Feyenoord, 2 - 2
4º - Basileia, 3 - 2
5º - Wisla Cracóvia, 2 - 0

Próxima jornada:

Nancy-Feyenoord
Wisla Cracóvia- Basileia
descansa: Blackburn Rovers

Grupo F

Espanyol-Waregem 6-2
Sparta Praga-Ajax 0-0
descansou: Áustria de Viena

Classificação:

1º - Espanyol, 2 - 6
2º - Waregem, 3 - 6
3º - Ajax, 2 - 4
4º - Sparta Praga, 3 - 1
5º - Áustria Viena, 2 - 0

Próxima jornada:

Ajax-Espanyol
Áustria Viena-Sparta Praga
descansa: Waregem

Grupo G

Paris St Germain-Hapoel Tel Aviv 2-4
Rapid Bucharest-Mlada Boleslav 1-1
descansou: Panathinaikos

Classificação:

1º - Panathinaikos, 2 - 6
2º - Hapoel Tel Aviv, 3 - 4
3º - Rapid Bucareste, 3 - 3
4º - Mlada Boleslav, 2 - 1
5º - Paris St Germain, 2 - 1

Próxima jornada:

Mlada Boleslav-Paris St Germain
Panathinaikos-Rapid Bucareste
descansa: Hapoel Tel Aviv

Grupo H

Fenerbahce-Palermo 3-0
Newcastle United-Celta Vigo 2-1
descansou: Eintracht Frankfurt

Classificação:

1º - Newcastle, 3 - 9
2º - Fenerbahçe, 2 - 3
3º - Palermo, 3 - 3
4º - Celta Vigo, 2 - 1
5º - Eintracht Frankfurt, 2 - 1

Próxima jornada:

Celta Vigo-Fenerbahce
Eintracht Frankfurt-Newcastle United
descansa: Palermo

foto: fotballturer.com
publicado por Pedro Ribeiro
QUE VERGONHA SPORTING!
Já estão à venda os bilhetes para o grande derby Sporting-Benfica. Os preços variam entre os 40 euros e os 150 euros. Mas se alguns ainda podem escolher, entre um preço elevadíssimo e o exorbitante, esse não é o caso dos adeptos do Benfica. Isto porque foram enviados 500 bilhetes para o clube encarnado com o preço único de 75 euros!!! Sim, leu bem…são mesmo 15 contos na moeda antiga e para os benfiquistas não há mesmo escolha. É pegar ou largar.

São jogadas destas, que continuam a repetir-se no futebol português, que continuam a desacreditar os dirigentes desportivos nacionais e que continuam a descredibilizar o futebol em geral. Com o surgimento das Sociedades Anónimas Desportivas no panorama nacional, julgava-se que muita coisa pudesse mudar para melhor. A gestão, o profissionalismo, o rigor. No fundo, a defesa do produto (comum a todos os clubes) que é o futebol. Nada disso acontece. Continuamos com gestões danosas, com orçamentos irreais e insustentáveis para o futebol nacional. Os dirigentes continuam a ser as “estrelas” em vez dos jogadores, os blackouts continuam a existir, os estádios, na grande maioria dos casos, estão despidos de público, as arbitragens continuam a ser o tema de conversa dos programas televisivos e a Liga continua a não defender o espectáculo! Sim, alguém ainda se lembra do que nos traz todos aqui? FUTEBOL. É isso mesmo…

Ora espanta-me que o Sporting, uma das SAD´s que mais admiro pela sua postura na procura da verdade do futebol, pela sua política de equilíbrio orçamental, pela rentabilização que faz da Academia, pela postura, habitualmente, diferente dos demais, por toda uma posição que costuma ir contra o que está habitualmente instituído, pratique estes preços ABSOLUTAMENTE VERGONHOSOS. Preços esses que são o completo contra senso de tudo aquilo que os dirigentes leoninos apregoam.

Além do mais é fácil de entender o que acontecerá a seguir. Na segunda volta o Sporting desloca-se ao Estádio da Luz e o Benfica possivelmente quererá dificultar tanto ou mais a ida dos adeptos dos leões ao seu recinto, em consequência dos preços agora praticados. Tudo isto, facilmente, se transforma numa “guerra” sem fim e assim sucessivamente nas próximas épocas. Quem sofre com isto? Os adeptos, sim aqueles que alimentam o futebol e que continuam a ser maltratados. Ora, não há aqui qualquer coisa de errado? A missão dos clubes e da Liga de futebol é maltratar quem os “alimenta” ou deverá ser motivá-los a frequentar cada vez mais os jogos? Isto é que é defender o futebol???

UMA VERGONHA SPORTING!

foto: dn.sapo.pt
publicado por Bruno Leite
Apesar do título, o São Paulo não está com toda essa bola

O SÃO PAULO TAMBÉM ERRA, por Milton Leite

O que mais se ouviu, leu e viu nos últimos foram elogios ao São Paulo. Organização, planejamento, centro de treinamentos, formação de jogadores, melhores profissionais, centro de recuperação... Não faltou nada. Parece a perfeição para clubes de futebol. E, ressalte-se, todos os elogios foram merecidos e o novo campeão brasileiro deve mesmo servir de exemplo para a maioria dos clubes brasileiros.

Mas diante da avalanche de adjetivos positivos dos últimos dias, fica a sensação de que o clube, seus dirigentes e profissionais não erram. Só que os "modernos e profissionais" diretores do São Paulo cometem seus deslizes, como bem lembrou meu companheiro de Sportv Jota Júnior em seu blog (link aí ao lado). Logo após a conquista do título, ironia e menosprezo aos demais clubes, sobretudo os rivais do estado, num misto de prepotência e arrogância. Jogar confete sobre a própria cabeça é sempre muito desagradável e, no caso, desnecessário, porque os próprios profissionais do clube e a mídia estão se encarregando de atirar toneladas de confetes sobre todos. Um pouco de humildade cairia bem.

A mesma diretoria que adora pressionar árbitros, ressalte-se. É voz corrente que o clube vetou Carlos Eugênio Simon - a comissão de arbitragens nega, mas o gaúcho não apitou mais jogos da equipe. E na véspera do clássico contra o Santos na Vila Belmiro, colocou em dúvida o trabalho de Paulo César de Oliveira, antes de a bola rolar. Uma tática covarde e cruel, por causa da pressão natural que os árbitros sofrem, ainda mais com tantas câmeras de TV vigiando tudo.

A imprensa de um modo geral não se cansa de dizer que o São Paulo é o grande revelador de talentos do futebol brasileiro. O centro de formação de Cotia, na Grande São Paulo, é realmente um local de excelência, com tratamento raro às categorias de base. Mas pegue o time titular do São Paulo: quanto jogadores revelados no clube estão lá? Nenhum. Até Rogério Ceni não foi propriamente formado nas divisões de base, já jogava em Mato Grosso, mas ok, pode-se considerá-lo cria da casa. Além dele, Edcarlos, que nem no banco tem ficado. Qual foi o último craque revelado pelo clube? Kaká. Já faz tempo. Apesar do tratamento que dá aos garotos, o São Paulo tem revelado menos que Internacional, Santos e Corinthians (apesar de toda a sua bagunça). Só para ficar em alguns exemplos.

E as contratações que, lendo o que sai nos jornais, parecem infalíveis, também apresentam erros como em todos outros clubes, mas sem ganhar a mesma dimensão dos co-irmãos: Michel, Roger (ex-Ponte Preta, hoje emprestado ao Palmeiras), Lúcio, Lima, Rodrigo Fabri... Mas não há dúvida que o clube mais acerta do que erra neste setor.

E nunca é demais lembrar que mesmo com toda a organização e planejamento, hoje tão decantados, o São Paulo ficou dez anos (95-2004) sem conseguir nenhum título expressivo, só algumas edições do Campeonato Paulista.

Postado por Milton Leite em 22/11/2006 => http://blogol.blig.ig.com.br/

publicado por Reimão
Ultimas entradas
Posts Históricos
Visitantes
Pesquisar
PF10 TV

Publicidade


Click Here

Arquivos
Grupo Galáxia