Fechar PFTV
Publicidade
FELIZ ANO NOVO DE 2007
O Planet Football 10 está neste interregno da Liga a recuperar forças para o ano de 2007. A todos os que nos vêm acompanhando diariamente aqui fica expresso o nosso muito obrigado. Temos muito a melhorar, temos lacunas a preencher, mas temos também a certeza de que temos feito tudo, atendendo aos recursos que temos, para lhe trazer toda a actualidade, os melhores artigos de opinião e perfis de muitos jogadores mundiais (antigas glórias e novas promessas). É importante ressalvar que, por agora, o PF10 ainda não tem qualquer tipo de apoio a não ser a boa vontade, entrega e paixão inexcedível de todos os seus colaboradores. A todos eles um muito obrigado. Queremos um 2007 mais ambicioso, queremos um ano novo de maior qualidade e queremos também que você esteja cada vez mais ao nosso lado diariamente. Aqui fica a promessa de maior diversidade e de algumas novidades que certamente lhe aguçarão ainda mais o apetite por acompanhar o nosso blog. Um grande bem haja a todos os leitores e colaboradores do Planet Football e que o melhor de 2006 seja o pior de 2007 para todos nós.

Em nome do PF10...FELIZ ANO NOVO de 2007

Regressamos ao trabalho e à actualidade com novidades fresquinhas...no dia 2 de Janeiro. Até lá, divirta-se...
publicado por Bruno Leite
Ronaldo soma e segue...Mourinho desliza...e Manchester é cada vez mais líder na Premier League
Mais uma tarde de glória para Cristiano Ronaldo na liga inglesa. O Manchester United sofreu para bater o Reading, e mais uma vez foi o avançado português a resolver o jogo e a dar os três pontos aos red devils. O Chelsea empatou em casa com o Fulham e voltou a perder terreno para o Manchester. Neste momento, seis pontos separam as duas equipas no topo da tabela classificativa.Em Manchester, a equipa da casa foi a primeira a chegar ao golo, à passagem da meia hora, pelo norueguês Solskjaer. Aos 37 minutos Ibrahima Sonko empatou para o Reading, na sequência de um livre apontado do lado direito do ataque. O jogo chegou ao intervalo com um empate a um golo. Na segunda parte, o génio de Cristiano Ronaldo decidiu novamente a partida, com dois golos que colocam o Manchester ainda mais isolado no primeiro lugar.

Aos 57 minutos Solskjaer rematou ao poste, a bola acabou por sobrar para o avançado português, que colocou os red devils na frente do marcador. E para que não restassem dúvidas sobre o vencedor da partida, Ronaldo voltou a marcar, 20 minutos depois. Cruzamento de Ryan Giggs e o número 7 do Manchester a rematar de pé direito para o fundo das redes, naquele que foi o seu 12.º golo na Premier League 2006/2007. Vitória importantíssima para a equipa de Carlos Queirós e Ronaldo, que beneficiou do empate do Chelsea, em Londres, e um presente antecipado para Alex Ferguson, que completa este domingo 65 anos.

O Chelsea, com os três portugueses no onze titular, recebeu o Fulham de Luís Boa Morte. Paulo Ferreira jogou ao lado de Ricardo Carvalho no eixo defensivo e Hilário defendeu a baliza dos blues. No Fulham, Boa Morte começou o jogo no banco e só entrou aos 68 minutos. Foi a equipa forasteira a causar surpresa ao adiantar-se no marcador logo aos 16 minutos, por Volz. O Chelsea sofreu para chegar ao empate, que só aconteceu ao minuto 35 num auto-golo de Rosenior. Mais uma vez Drogba tentou salvar o Chelsea de um resultado menos conseguido, com um golo aos 61 minutos, a cruzamento de Lampard. Tudo parecia encaminhado para uma vitória da equipa de José Mourinho, mas Bocanegra voltou a empatar a seis minutos do final da partida e o resultado já não se alterou.

O Liverpool deslocou-se a Londres e venceu o Tottenham por 1-0. O único golo da partida foi apontado pelo espanhol Luís Garcia, aos 45 minutos. Com este resultado o Liverpool sobe provisoriamente ao 4.º lugar da classificação.

Bolton e Portsmouth, 4.º e 5.º classificados respectivamente à partida para esta jornada, defrontaram-se esta tarde. Vaz Té ficou no banco do Bolton, enquanto nos pompeys Manuel Fernandes foi titular e Pedro Mendes não alinhou nesta partida. Num jogo emocionante, com cinco golos, a vitória acabou por sorrir à equipa da casa, por 3-2.

O Everton, com Nuno Valente a titular, recebeu e venceu o Newcastle por um concludente 3-0. Anichebe foi a figura da partida, ao apontar dois golos. Phil Neville fechou a contagem para a equipa da casa, aos 62 minutos.

O Charlton conseguiu somar três importantes pontos, em casa, frente ao Aston Villa. A equipa visitada venceu por 2-1, mantendo-se mesmo assim no 19.º e penúltimo lugar da Premier League.

O Blackburn conseguiu vencer o Middlesbrough, por 2-1, graças a um golo de Benny McCarthy aos 74 minutos. Ao contrário do que tinha prometido, o treinador do Boro não colocou Rochemback neste jogo. O brasileiro, que quer voltar ao Sporting, nem sequer ficou no banco de suplentes.

O West Ham recebeu em Londres o Manchester City e perdeu por 1-0. O único golo do jogo foi apontado por Beardsley a sete minutos do final.

Com esta vitória, o Manchester City subiu ao décimo lugar da classificação.

Watford e Wigan estavam empatados a uma bola, aos oito minutos da segunda parte. Entretanto o jogo acabou por ser suspenso devido a motivos ainda desconhecidos.

Resultados:

Charlton-Aston Villa, 2-1Bent, Hughes; Barry (g.p.)

Blackburn-Middlesbrough, 2-1Nonda, McCarthy; Yakubu (g.p.)

Bolton-Portsmouth, 3-2Faye, Ivan Campo, Anelka ;Taylor, Andy Cole

Chelsea-Fulham, 2-2Rosenior (p.b.), Drogba ;Volz, Bocanegra

Manchester United-Reading, 3-2Solskjaer, Ronaldo (2); Sonko, Lita

Everton-Newcastle, 3-0Anichebe (2), Phil Neville

Tottenham-Liverpool, 0-1Luis Garcia

Watford-Wigan Athletic, 1-1 (Suspenso)Priskin ;Heskey

West Ham-Manchester City, 0-1Beasley

Sheffield United-Arsenal 1-0

Classificação:

1.º Manchester United, 53
2.º Chelsea, 47
3.º Bolton, 39
4.º Liverpool, 37
5.º Arsenal, 36 (...)

foto: skysports.com
publicado por Bruno Leite
Irmão de Carlos Alberto pode estar a caminho do Sporting
Fernando Gomes de Jesus, médio, produto das escolas do Fluminense, pode estar muito próximo do Sporting. O jogador, irmão do ex-portista Carlos Alberto, pode ser a solução para o meio-campo leonino depois de Rochemback ter ficado mais longe de Alvalade.

Fernando tem 20 anos, é um médio volante, que joga bem em qualquer posição da faixa central do meio-campo, no fundo, é aquilo que se chama na gíria um box-to-box. Melhor do que tudo, está livre depois de ter conseguido rescindir com o Fluminense, em Novembro, por ter salários em atraso, num processo conduzido pela causídica Gislaine Nunes, conhecida em Portugal, e do Sporting, por ter ajudado o clube leonino a garantir Liedson, Rogério e Tinga, depois de estes futebolistas terem obtido a desvinculação, na justiça desportiva, com os seus antigos emblemas.”A minha advogada está a acertar a situação. Tenho muita vontade de jogar no Sporting. É um prazer enorme. Sei que está tudo praticamente certo, mas não sei pormenores do contrato”, disse Fernando ao Sportugal. Confrontado com a realidade leonina, Fernando mostrou estar inteirado do quotidiano verde e branco.”Conheço o Ronny, o Polga, o Alecsandro… sei que foram eliminados da Liga dos Campeões, mas a equipa está muito bem na Liga portuguesa. O Sporting tem excelentes jogadores e uma grande estrutura. Costumo ver os jogos do Sporting pela televisão Ainda não falei com nenhum dos brasileiros da equipa, só falei com o Ronny há uns tempos, via internet”, salientou.

Sem competir desde Novembro, Fernando garante que está apto a competir de imediato: “Não estou de férias, estou a treinar à parte, com um personal trainer, para manter a forma.”Por ser irmão de um campeão europeu ao serviço do FC Porto, Carlos Alberto, impunha-se saber se o jovem atleta já trocou impressões, com o mano mais velho, sobre os dois estilos de futebol, o português e o brasileiro. “Já presenciei alguns jogos do FC Porto e tenho uma noção do futebol português. É mais jogado do que aqui no Brasil, onde há mais faltas e o jogo pára mais.”!Fernando não desaproveitou a oportunidade de se dar a conhecer aos adeptos leoninos: “Prefiro jogar como segundo volante, terceiro homem do meio campo. Sou um jogador de marcação forte e firme. Espero mostrar o meu trabalho e dar o máximo. Jogar ou não depende do treinador. Eu quero é trabalhar muito.”

Advogada conversa com Carlos Freitas

Gislaine Nunes, advogada de Fernando, está em contacto directo com Carlos Freitas, administrador da Sporting, SAD, responsável pela pasta do futebol.Gislaine Nunes, como já foi dito atrás, conseguiu desvincular Fernando do Fluminense, em Novembro, depois de o médio ter rescindido alegando quatro meses de salários em atraso.Em princípio, este fim-de-semana o negócio pode ficar concluído. Se tal acontecer, Fernando tem luz verde para viajar para Portugal, assinar contrato, sem encargos para o Sporting, e ficar às ordens de Paulo Bento.Pode estar encontrado o substituto de… Rochemback e o primeiro reforço de Inverno do vice-líder da Liga.
publicado por Bruno Leite
Benfica: Conheça as qualidades de Nilmar
VÍDEO DE 10 MINUTOS DA CARREIRA DE NILMAR EM 2006:
http://www.youtube.com/watch?v=KY7CmMrMC0k&mode=related&search=

BILHETE DE IDENTIDADE

Nome: NILMAR Honorato da Silva

Data de Nascimento: 14 de Julho de 1984 (22 anos)

Nacionalidade: Brasileira

Altura: 1,80 m

Peso: 73 kg

Clubes representados: Internacional, Lyon e Corinthians.

Contrato com Corinthians até: 2007

Títulos conquistados: Bicampeão Gaúcho (2003 e 2004); Campeão francês (2004/05); Campeão brasileiro (2005); Campeão Mundial Sub-20 (2003).

foto: aktifhaber.com
publicado por Bruno Leite
Mourinho eleito o melhor treinador na Europa pelo terceiro ano consecutivo
José Mourinho foi eleito pelo terceiro ano consecutivo o melhor treinador da Europa. A distinção é atribuída pelo uruguaio «El País», que já entrega o prémio desde 1991. O jornal levou a cabo uma votação junto de 200 jornalistas europeus especializados em desporto. Mourinho recebeu 44 votos, mais três do que o holandês Frank Rijkaard. O treinador do Barcelona ficou por isso em segundo lugar, muito perto do português.

No terceiro posto ficou o italiano Marcelo Lippi, campeão do Mundo pela Itália, com 32 votos. Depois veio Arséne Wenger (Arsenal), que conseguiu 20 votos, e Fabio Capello (Real Madrid), com 19 votos. Resta dizer que na lista de vencedores figuram Michel Platini (1991), Johan Cruyff (92, 93 e 94) e Van Gal (1995), Marcelo Lippi (96, 97 e 98), Alex Ferguson (99, 2000 e 2003), Ottmar Hitzfeld (2001) e Arséne Wenger (2002).

Ronaldinho vence o prémio para melhor jogador

O mesmo jornal atribui também o prémio para melhor jogador a evoluir na Europa. Também pelo terceiro ano consecutivo, a distinção coube a Ronaldinho Gaúcho. O brasileiro do Barcelona totalizou 54 votos, contra 43 do italiano Fabio Canavarro, que capitaneou a selecção italiana rumo ao título mundial e que ganhou a «Bola de Ouro» da «France Football». Com os três prémios já conquistados, Ronaldinho Gaúcho ficou a uma distinção apenas de igualar Zidane, que venceu o prémio quatro vezes (98, 2001, 2002 e 2003). Luís Figo foi o único português a receber o título do «El País», em 2000.

foto: reuters
publicado por Bruno Leite
Nilmar vai ser jogador do Benfica. Brasileiro vem emprestado por 6 meses
Nilmar será brevemente anunciado como reforço do Benfica, o primeiro da reabertura do mercado. Tal como O JOGO avançara na sua edição de ontem, o clube encarnado segue, há algum tempo, o avançado do Corinthians, e, segundo O JOGO apurou, Luís Filipe Vieira, presidente do clube da Luz, já terá assegurado, junto do MSI – empresa detida pelo iraniano Kia Joorabchian e que é detentora do passe do atleta –, o seu empréstimo para os próximos seis meses, algo que deverá ser anunciado em breve.

O jogador brasileiro, de 22 anos, é o avançado que Fernando Santos, treinador do Benfica, pretendia contratar e que deverá ocupar o lugar de Kikin no plantel – embora a saída do avançado mexicano ainda não esteja definitivamente concretizada. Embora contratualmente ligado ao Corinthians até ao final de 2007, Nilmar não irá jogar mais no emblema de São Paulo – a garantia é dada pelo seu empresário, Orlando da Hora –, com o qual mantém um diferendo: o jogador reclama cerca de 1,2 milhões de euros ao "Timão", relativos ao pagamento de prémios de jogo. Aliás, o representante do jogador diz mesmo que este "está livre" e, mesmo sem confirmar que o dianteiro possa ingressar no Benfica, admitiu que se trata de um "clube agradável".

O acordo para o empréstimo do jogador terá sido estabelecido em Londres, onde se encontra Kia Joorabchian. Nas negociações, além de Luís Filipe Vieira, terão participado o ex-director desportivo do clube, José Veiga, e o empresário brasileiro Giuliano Bertolucci, interlocutores privilegiados nos negócios do empresário iraniano, via MSI. Dado que a situação desportiva de Nilmar não é, nesta altura, muito clara – a FIFA estuda uma queixa apresentada pelo Lyon contra o Corinthians –, o avançado será emprestado pelo MSI ao clube encarnado, mas continuará responsável por ressarcir – ou por encontrar quem o faça – o Lyon se a FIFA, como tudo indica, der razão ao clube gaulês.

fonte: ojogo.pt

foto: image.ig.com.br
publicado por Bruno Leite
Benfica: “Águia” atenta ao jovem Nilmar
Há muito que os encarnados seguem o temível ponta-de-lança do Corinthians, que pode sair a custo zero devido ao diferendo que mantém com o "Timão"

Luís Filipe Vieira pretende oferecer, a Fernando Santos, um ponta-de-lança na reabertura do mercado. Quase confirmada a saída de Kikin – tudo indica que irá para os mexicanos do América –, o presidente benfiquista tem em mãos uma restrita lista de potenciais reforços para a linha avançada da equipa, e Nilmar, jovem avançado do Corinthians, faz parte desse lote.

Há muito que o avançado é seguido pelos encarnados, mas só agora os responsáveis benfiquistas entenderam que seria o momento mais adequado para analisar com outros olhos o jogador, de 22 anos. Além disso, Nilmar mantém um diferendo com o Corinthians – compensações financeiras relativas à sua transferência – que o pode levar a rescindir, embora tenha contrato com o clube brasileiro até 2007.
Uma vantagem para as águias se esta situação se concretizar...
Aliás, o empresário do avançado, Orlando da Hora, já afirmou publicamente não saber se o seu representado irá comparecer no arranque da temporada do "Timão", agendado para o dia 3 do próximo mês, e descarta também a possibilidade de este voltar a fazer parte dos quadros do Lyon, que, curiosamente, também reclama – já recorreu à FIFA – um montante avultado pela transferência do jogador ao emblema de São Paulo.

É verdade que a primeira experiência do ponta-de-lança no Velho Continente, ao serviço do Lyon, não foi bem sucedida, mas o talento do jogador brasileiro é reconhecido, e não foi por acaso que apareceram inúmeros clubes interessados na sua aquisição quando deixou o emblema francês na época de 2004/05. Aliás, o avançado, que marcou 31 golos em dois anos no Corinthians, continua a ter mercado na Europa, sobretudo em Espanha, onde o Celta de Vigo e o Deportivo da Corunha se mantêm atentos à sua evolução.

Nilmar é um ponta-de-lança rápido, ainda muito jovem, e com uma enorme margem de progressão, o que agrada sobremaneira aos dirigentes encarnados e a Fernando Santos, que assim teria mais um avançado de peso para juntar a Nuno Gomes, Miccoli e Mantorras.

BILHETE DE IDENTIDADE

Nome: NILMAR Honorato da Silva

Data de Nascimento: 14 de Julho de 1984 (22 anos)

Nacionalidade: Brasileira

Altura: 1,80 m

Peso: 73 kg

Clubes representados: Internacional, Lyon e Corinthians.

Contrato com Corinthians até: 2007

Títulos conquistados: Bicampeão Gaúcho (2003 e 2004); Campeão francês (2004/05); Campeão brasileiro (2005); Campeão Mundial Sub-20 (2003).

fonte: ojogo.pt

foto: uol.com.br
publicado por Bruno Leite
Benfica: Mattos desespera no Corinthians. "Timão" dificulta saída do médio para Lisboa
Marcelo Mattos desespera pela resolução da sua situação. Mostrando-se cauteloso em relação ao processo de transferência, o médio ontem lembrou que “tem 3 anos de contrato” com o Corinthians, mas voltou a manifestar interessado em ingressar no Benfica. “Estou bem em São Paulo mas, como qualquer jogador, pretendo evoluir e o Benfica seria o clube ideal para prosseguir a minha carreira. Por enquanto continuo à espera do meu empresário. Caso não haja nada de novo apresento-me no Corinthians dia 3 de Janeiro”, revelou. Entretanto, a direcção do Timão emitiu ontem uma nota à imprensa negando a existência de propostas pelo jogador, e avisou que a negociação terá de passar sempre pelo clube.

foto: uol.com.br
publicado por Bruno Leite
Premiership: Cristiano Ronaldo sai do banco para bisar
O campeonato em Inglaterra não pára, e em mais uma jornada, a 20ª da Premiership, apelidada de "Boxing Day", a vantagem do dia sorriu novamente ao United, e muito por culpa do internacional português, Ronaldo.

O Manchester recebeu, em Old Trafford, o Wigan, e venceu por 3-1, embora o resultado não espelhe a faciliidade do jogo. A primeira parte ficou em branco, tendo Ronaldo ficado no banco, por opção técnica. Na segunda parte, o português entrou e foram precisos 2 minutos para inaugurar o marcador, na sequência de um canto da direita, Ronaldo entra sem marcação e faz assim o primeiro golo, de cabeça. Volvidos 3 minutos, é assinalada uma grande penalidade, e quem mais para a marcar senão Ronaldo, que não acerta à primeira, mas na recarga fez o seu segundo do dia, levando já 10 tentos esta época. O norueguês Solskjaer selou o terceiro golo, e ainda viu a sua equipa sofrer um golo, marcado por Baines, também através de uma grande penalidade. Assim sendo, o United alarga a sua vantagem, uma vez que o rival Chelsea tropeçou nesta jornada.

Os campeões ingleses voltaram a perder pontos, na recepção ao Reading, equipa que na primeira volta fez os blues ficarem sem os dois guadiões em campo. O costa-marfinense Didier Drogba marcou os dois golos da equipa, ele que já leva doze e está num momento assombrante de forma, mas o resto da equipa não colaborou. Depois de já na última jornada Mourinho ter criticado o seu conjunto, parece que, ou tinha razão e o momento é péssimo, ou então os jogadores acusaram, pois o Reading empatou a partida, com tentos de Lita e um auto-golo de Essien. Com este empate a situação complica um pouco mais, ainda que a distância não seja alarmante.

O Liverpool foi ao terreno do Blackburn Rovers e saiu de lá com uma derrota por 1-0, sendo o sul-africano, e ex-FC Porto, Benny McCarthy, o marcador do golo solitário.

O Arsenal deslocou-se ao terreno do lanterna vermelha, o Watford, e venceu por 1-2. O brasileiro Gilberto Silva e Van Persie foram os homens com pé quente, o tento de honra dos últimos classificados foi apontado por Smith.

Nos restantes jogos, o Everton, de Nuno Valente, que entrou na 2ª parte, recebeu o Midllesbrough, de Abel Xavier, que não jogou por estar lesionado, e ambos empataram a zero bolas. O Bolton, de Vaz Tê, que ficou no banco o desafio todo, recebeu e venceu no Reebok Stadium, o Newcastle, por 2-1, com mais um golo de Anelka. O Portsmouth, de Pedro Mendes e Manuel Fernandes, foi ao campo do West Ham vencer por 1-2, com bins de Primus. O Tottenham recebeu em White Heart Lane o Aston Villa, e venceu por 2-1, com um bis de Defoe. O Fulham de Boa Morte entra amanhã em acção com a deslocação ao terreno do penúltimo classificado, o Charlton.

Eis a classificação da Premiership à passagem da 20ª jornada:

1º - Manchester United, 20 - 50
2º - Chelsea, 20 - 46
3º - Arsenal, 20 - 36
4º - Bolton, 20 - 36
5º - Portsmouth, 20 - 35
6º - Liverpool, 20 - 34
7º - Tottneham, 20 - 31
8º - Everton, 20 - 28
9º - Reading, 20 - 27
10º - Aston Villa, 20 - 25
11º - Newcastle, 20 - 25
12º - Fulham, 19 - 24
13º - Manchester City, 20 - 23
14º - Wigan, 20 - 22
15º - Blackburn, 19 - 22
16º - Midllesbrough, 20 - 21
17º - Sheffield United, 20 - 20
18º - West Ham, 20 - 18
19º - Charlton, 19 - 12
20º - Watford, 19 - 11

Lista de melhores marcadores:

Drogba 12
Ronaldo 10
Kanu 9
Doyle 8
Rooney 8
Saha 8
Van Persie 8
Barry 7
Johnson 7
Lampard 7

foto: abola.pt
publicado por Pedro Ribeiro
CALCIO: Inter - Campeão de Inverno
Ao contrário do que sucede em Portugal, esta semana jogaram-se não uma, mas duas jornadas do Calcio. Duas jornadas que vieram acentuar o poderio do Inter na liderança da Liga e que o sagram como Campeão de Inverno.

Em ambas as jornadas, Inter e Roma bateram os seus adversários. Os nerazzuri foram a Roma vencer a Lazio (novamente com Materazzi a ser um jogador preponderante e a apontar mais um golo) por 2-0, já ontem tiveram mais dificuldades para bater a Atalanta. Venceram por 2-1, mas estiveram a perder durante grande parte do tempo. Adriano voltou a marcar, 9 meses depois e Figo foi muito importante, com assistências para os dois golos milaneses. Com esta vitória o Inter consegue um registo impressionante de 11 vitórias consecutivas.

A Roma, 2ª classificada, também venceu as duas partidas em que participou e tentou assim não perder o comboio do título. Vitórias em Turim (2-1), com mais uma grande exibição do brasileiro Mancini - 2 golos, e frente ao Cagliari (2-0).

O Palermo, na jornada a meio da semana, cilindrou o Ascoli no Renzo Barbera por 4 bolas a zero, contudo ontem, escorregou e não conseguiu melhor do que um empate em Siena (1-1).

O Milan apesar de ter vencido pelo mesmo resultado (3-0) Catania em casa e Udinese fora, está já a 28!!! pontos do rival de Milão...A época tem sido decepcionante e os rossoneri apostam tudo na Champions.

Destaque ainda para o Ascoli, que na última jornada da 1ª volta consegue a primeira vitória na Série A, 3-0 ao Chievo de Del Neri.

18.ª jornada
Ascoli-Chievo, 3-0 (Paolucci 8', Bjelanovic 13', 37')
Catania-Sampdoria, 4-2 (Spinesi 6', 45'+2 [gp], 88', Caserto 36'; Palombo 22', Franceschini 40') Fiorentina-Messina, 4-0 (Toni 17', Potenza 22', Liverani 45'+2, Mutu 51')
Inter-Atalanta, 2-1 Adriano (65', Loria 75' [pb]; Doni15')
Livorno-Torino, 1-1 (Lucarelli 61'); Cioffi 24')
Parma-Lazio, 1-3 (Budan 19´, Stendardo 30', Pandev 34', Rocchi 45')
Reggina-Empoli (Leon 4', Amoruso 8', 27', Bianchi 44'; Saudati 68' [gp])
AS Roma-Cagliari, 2-0 (Taddei 5', Mancini 55')
Siena-Palermo, 1-1 (Rinaudo 42'; Simplicio 40')
Udinese-AC Milan, 0-3 (Kaká 31' [gp], Gilardino 35', R. Oliveira 76')

17.ª jornada
AC Milan-Catania, 3-0 (Kaká 4', 88', Gilardino 82')
Atalanta-Udinese, 1-2 (Fernando Tissone; 46'; Raffaele De Martino 52', Antonio Di Natale, 90'+5')
Cagliari-Fiorentina, 0-2 (Luca Toni 32', 75')
Chievo Verona-Reggina, 3-2 (Paolo Sammarco 26', Federico Cossato 44', Simone Tiribocchi, 89'; Nicola Amoruso,17', Francesco Modesto, 79')
Empoli-Siena, 1-0 (Francesco Marianini, 47')
Lazio-Inter Milan, 0-2 (Esteban Cambiasso 39', Marco Materazzi, 85')
Messina-Parma, 1-1 (Arturo Di Napoli, 73'; Daniele Paponi, 77')
Palermo-Ascoli, 4-0 (Mark Bresciano,15', Eugenio Corini 53', Giovanni Tedesco 84', Ciro Capuano, 90+2')
Sampdoria-Livorno, 4-1 (Daniele Franceschini 25', Francesco Flachi 30' [gp], Fabio Quagliarella 47', 57'; Luca Vigiani 12')
Torino-AS Roma, 1-2 (Alessandro Rosina 89'; Mancini 37', 80')

Classificação Geral:
1.Inter 48
2.Roma 41
3.Palermo 35
4.Catania 26
5.Lazio 25
6.Sampdoria 23
7.Udinese 23
8.Empoli 22
9.Livorno 22
10.Torino 22
11.Atalanta 21
12.Milan 20
13.Siena 20
14.Fiorentina 18
15.Cagliari 16
16.Messina 15
17.Chievo 14
18.Reggina 12
19.Parma 12
20.Ascoli 9

Melhores Marcadores:
1 - Gionatha Spinesi (Catania) 11 Golos
2 - Francesco Totti (AS Roma) 10 Golos
3 - Adrian Mutu (AC Fiorentina) 9 Golos

foto: gazzetta.it (jogadores do Inter festejam golo em Roma, frente à Lazio)
UM GRANDE NATAL PARA TODOS OS LEITORES DO PF10
publicado por João M Lopes
FELIZ NATAL
O Planet Football 10, em nome de todos os seus colaboradores, deseja um Feliz Natal a todos os seus leitores.

Desejos de uma quadra natalícia muito boa e que nos presenteiem sempre com a vossa visita, assim como nós tentaremos presentear-vos com o nosso trabalho diário, pois essa será a nossa melhor prenda.

Uma vez mais, muito obrigado e Boas Festas para todos vós.

Cumprimentos
Equipa Planet Football 10
publicado por Pedro Ribeiro
Premiership: Ronaldo mantém United líder
Este fim de semana natalício jogou-se a 19ª jornada da Premiership, com as equipas da frente com testes difíceis, com United e Chelsea a terem deslocações complicadas, e com Ronaldo em lugar de destaque.

Comecemos pelos líderes do Manchester United, que se deslocaram ao terreno do Aston Villa, e onde Cristiano Ronaldo teve um papel fulcral na vitória dos "red devils". Foi já na 2ª parte que o internacional português pega na bola antes do meio-campo, e faz um slalon até à grande área, onde ao segundo remate, inaugura o marcador, contava o minuto 58, levando ao rubro os fãs do United no Villa Park. Seis minutos volvidos, Scholes marcava o segundo golo, num fantástico remate de fora da área, e Ronaldo à beira do fim, ao minuto 85 fechou a contagem, numa triangulação entre Rooney e Neville, elevando para oito o número de golos que já leva no campeonato inglês. Desta forma o Manchester mantém a distância dos campeões londrinos, sendo os campeões de Inverno.

O Chelsea teve uma complicadíssima deslocação ao campo do sempre aguerrido Wigan, mas venceu por 2-3, graças à inspiração do holandês Robben. Lampard abriu o activo, logo ao minuto 13, após passe de Robben, e Kalou ao minuto 31 ampliou a vantagem, naquilo que já se pensava ser uma vitória fácil. Mas os homens do Wigan não desarmaram, e o veterano Emile Heskey marcou por duas vezes, ao minuto 45 e 75, este último em situação irregular. Nos minutos de desconto, mais propriamente ao minuto 93, Arjen Robben, de fora da área e com um remate colocadíssimo, dá a vitória aos blues, num jogo ganho a muito custo. Assim, os campeões continuam na preseguição ao United, com dois pontos a menos.

O Arsenal teve o resultado mais folgado da jornada, ao receber e derrotar o Blackburn Rovers, de Benny McCarthy, por expressivos 6-2. Os gunners marcaram por Gilberto Silva, Hleb, Adebayor, Flamini e Van Persie, este último bisou, e os tentos de honra dos visitantes foram marcados ambos pelo veterano Nonda.

O Liverpool também teve uma jornada tranquila ao receber e vencer o lanterna vermelha, Watford, vencendo por 2-0, com os golos a serem marcados por Bellamy e Xabi Alonso, garantindo assim o terceiro lugar da tabela.

Nos restantes jogos, e começando pelas equipas onde militam portugueses, o Portsmouth, de Pedro Mendes e Manuel Fernandes, que está de saída, recebeu e venceu o Sheffield United, por calmos 3-1, com um dos golos a ser apontado pelo veterano internacional Campbell. O Everton, de Nuno Valente, foi ao campo do Reading vencer por 0-2, e o Fulham de Boa Morte empatou em casa a zero com o West Ham. O Bolton, de Vaz Tê, conseguiu uma preciosa vitória no terreno do Manchester City, com um bis do francês Anelka. O Middlesbrough, de Abel Xavier, recebeu e venceu o penúltimo classificado, o Charlton, por 2-0, e no restante jogo da jornada, o Newcastle venceu em casa o Tottenham por 3-1, com um dos golos a ser apontado pelo nigeriano Martins, que está em crescendo de forma.

Eis a tabela classificativa da Premiership:

1º - Manchester United, 19 - 47
2º - Chelsea, 19 - 45
3º - Liverpool, 19 - 34
4º - Arsenal, 19 - 33
5º - Bolton, 19 - 33
6º - Portsmouth, 19 - 32
7º - Tottenham, 19 - 28
8º - Everton, 19 - 27
9º - reading, 19 - 26
10º - Aston Villa, 19 - 25
11º - Newcastle, 19 - 25
12º - Fulham, 19 - 24
13º - Wigan, 19 - 22
14º - Middlesbrough, 19 - 20
15º - Manchester City, 19 - 20
16º - Sheffield United, 19 - 20
17º - Blackburn, 18 - 19
18º - West Ham, 19 - 18
19º - Charlton, 19 - 12
20º - Watford, 18 - 11

Eis a lista de melhores marcadores:

Drogba 10
Kanu 9
Doyle 8
Ronaldo 8
Rooney 8
Saha 8
Johnson 7
Lampard 7
Martins 7
Van Persie 7

foto: record.pt
publicado por Pedro Ribeiro
Benfica goleia Belenenses
O Benfica venceu o Belenenses por 4-0 e encurtou distâncias para FC Porto e Sporting, no jogo em atraso da primeira jornada da Liga portuguesa, em consequência do famigerado «caso» Mateus. Simão («penalty»), Karagounis, Kikin Fonseca e Katsouranis foram os marcadores de serviço.

Há noites assim! Benfica eficaz e com «estrelinha» goleou um Belenenses que se bateu bem e criou, até, um punhado de situações de golo à vista, negadas por Quim, que defendeu tudo e foi um dos melhores elementos em campo.

O Benfica estava proibido de perder, sob pena de aumentar a distância para FC Porto e Sporting. Sem rubricar uma exibição do outro mundo, a formação de Fernando Santos justificou os três pontos, embora por números exagerados, face a um Belenenses que não é uma equipa vulgar, apresentou-se muito bem organizado e moralizado com as três últimas vitórias. José Pedro, Dady, Silas... ainda deram trabalho ao último reduto dos encarnados.

Miccoli veio de lesão, mas ficou no banco e nem chegou a entrar. Simão (em grande forma), Katsouranis, Léo, Nuno Assis e o próprio Kikin Fonseca (estreou-se a marcar na Liga portuguesa) chegaram para as «encomendas», sem falar de Quim, que rubricou um punhado de defesas espectaculares.

Uma vitória moralizadora para o Benfica, que assim mantém acesa a chama do título, tanto mais que já poderá contar com Rui Costa após o interregno. Fernando Santos já disse que vai encurtar o plantel e a grande dúvida que se coloca é esta: Kikin Fonseca fica ou sai? O mexicano tem sido pouco utilizado, mas hoje quis mostrar que não desaprendeu de jogar e... de marcar. A ver vamos...

E agora segue-se o interregno. Acertado o calendário da Liga (14 jornadas), a competição só regressa a 14 de Janeiro. O futebol vai de férias... Longas férias!

Ficha de jogo:

Estádio da Luz, em Lisboa

Árbitro: Bruno Paixão (Setúbal)

MVP Planet Football 10 - Quim

BENFICA – Quim; Nélson, Luisão, Ricardo Rocha e Léo; Katsouranis; Karagounis (Beto, 70 m), Simão (João Coimbra, 84 m) e Nuno Assis; Kikin Fonseca (Manu, 81 m) e Nuno Gomes.
BELENENSES – Costinha; Gaspar (Roma, 65 m), Rolando, Nivaldo e Rodrigo Alvim; Sandro Gaúcho; Eliseu, José Pedro, e Ruben Anorim; Dady (Sousa, 87 m) e Silas (Pinheiro, 88 m).

Disciplina: Cartão amarelo a Gaspar e Eliseu.

Golos: 1-0, Simão (19 m, de4 grande penalidade); 2-0, Karagounis (43 m); 3-0, Kikin Fonseca (52 m); 4-0, Katsouranis (79 m).

Resultado final: 4-0.

foto: ASF

fonte: abola.pt
publicado por Pedro Ribeiro
Sporting passa com tranquilidade na Choupana
O Sporting fechou o ano com uma vitória na Madeira, frente ao União (3-1), que vale a passagem à quinta eliminatória da Taça de Portugal. Em partida disputada no Estádio Engº Rui Alves, na Choupana, João Moutinho, Farnerud e Tello construíram a vitória dos «leões» ainda na primeira parte.

O União, actual terceiro classificado na Série B da II Divisão, ainda logrou o tento de honra na etapa complementar, mas, perante a vantagem que o Sporting construíra na primeira parte, era já muito tarde para haver cheiro a surpresa.

Isto porque o Sporting teve verdadeira entrada de «leão», inaugurando o marcador na primeira oportunidade que dispôs, concretizada por João Moutinho. Ainda o relógio não marcava 10 minutos e o sueco Farnerud aumentava a conta, selada para o lado da equipa de Alvalade à passagem dos 40 minutos num livre apontado por Rodrigo Tello.

O União era demasiado macio para os comandados de Paulo Bento e raras vezes conseguiu levar perigo junto à baliza hoje à guarda de Tiago. Numa das poucas oportunidades, livre descaído da direita, atabalhoamento na grande área dos «leões» e Belic a apontar o tento de honra dos madeirenses.

E, até final, nota apenas para o cartão vermelho directo mostrado a Rodrigo Tello, que reagiu de forma agressiva a entrada dura de um adversário.

Ficha de jogo:

Estádio Engº Rui Alves, no Funchal

Árbitro: Lucílio Baptista (Setúbal)

União – Rui Marques; Alex Garcia, Micas, João Fidalgo (Hector, 63 m) e Celso; Belic, Rúben, Paiva, Rocha (Edgar, 81 m) e Edgar; Steven (Edu, 60 m).

Sporting – Tiago; Abel, Tonel, Miguel Veloso e Tello; Custódio (Paredes, 84 m); Farnerud (Romagnoli, 71 m), Nani e João Moutinho; Liedson (Yannick, 54 m) e Alecsandro.

Disciplina: cartão amarelo a João Fidalgo (38 m), Nani (78 m); cartão vermelho a Tello (90+2 m).

Marcadores: 0-1 por João Moutinho (2 m); 0-2 por Farnerud (8 m); 0-3 por Tello (40 m); 1-3 por Belic (75 m).

foto: ASF

fonte: abola.pt
publicado por Pedro Ribeiro
Perguntar não ofende: alguém aí ainda acha o Luxa o melhor técnico do Brasil?
Abel Braga, que até ano passado era um técnico de médio porte, tendo perdido a vaga da Libertadores no Fluminense na última rodada para o Palmeiras (e sendo demitido em seguida), hoje é campeão da Libertadores e do Mundo.

Muricy Ramalho, que até ano passado era um técnico que, entre poucos títulos, tinha sido campeão paulista pelo São Caetano, chegou a quatro finais seguidas, foi quatro vezes vice campeão entre 2005 e 2006, e hoje é Campeão Brasileiro.

Paulo Autuori, hoje técnico do Cruzeiro, já ganhou a Libertadores duas vezes e foi uma vez campeão do mundo.

E a imprensa, principalmente a paulista, ainda acha Luxa e Leão os melhores técnicos do Brasil?

Só pode ser brincadeira isso, né? Ou então, será porque cada um recebe, respectivamente, 500 e 400 paus/mês, para colocarem seus times em posições medianas nas tabelas?

Imprensa paulista, por favor: menos bajulação com os técnicos estrelinhas e melindrados, e olhos mais abertos para quem realmente esbanja competência.
publicado por Reimão
«Caso Miguel»: Benfica perde recurso em tribunal
Miguel conseguiu uma importante vitória, segundo o Maisfutebol, no diferendo que mantém com o Benfica relativamente à rescisão unilateral do contrato que originou a sua saída do clube.

O Tribunal da Relação de Lisboa deu esta quinta-feira razão ao jogador, relativamente à rescisão, e indeferiu o recurso apresentado pelo clube encarnado.

Recorde-se que tudo começou com uma queixa do Benfica na Comissão Arbitral Paritária da Liga relativamente a essa mesma rescisão.

A comissão começou por dar razão aos encarnados, mas após recurso do jogador mudou a decisão e considerou haver justa causa para a rescisão do jogador.

O Benfica recorreu então para o Tribunal da Relação, que hoje decidiu manter a anulação da primeira decisão da Comissão Arbitral Paritária, a tal que dava razão ao clube.

Resta agora ao Benfica o recurso para o Supremo Tribunal de Justiça.
publicado por Bruno Leite
Benfica apresentou proposta por Ramon
O fundo de investimento MSI (Media Sports Investment) já recebeu uma proposta do Benfica para o empréstimo de Ramon, jogador de 18 anos que representou o Corinthians até Dezembro. Quem o afirma é o próprio jogador, que na passada semana confirmou ao Sportugal ter conhecimento do interesse do Benfica. Esse mesmo interesse já tem a forma de uma proposta por empréstimo até final da época, que o MSI, segundo o futebolista e o respectivo empresário, está a analisar."Sim, estão a conversar", assegura Ramon ao Sportugal.

O jogador diz que tudo deverá ficar resolvido "na próxima semana". "Há outras propostas e o MSI quer o melhor para mim, por isso ainda não está nada decidido", acrescenta. Ramon adiantou ainda ao nosso jornal que a proposta do clube da Luz é "por empréstimo até ao final da época".Leonel Drumond, representante do jogador brasileiro, desconhece os valores oferecidos pelo Benfica para 'resgatar' Ramon para a Luz.

O empresário salienta que as negociações estão a decorrer e que a vinda para Portugal está dependente "da proposta ao jogador". Rússia e Espanha são os outros destinos possíveis para Ramon. Segundo o Sportugal apurou, a proposta do Benfica não é a mais forte financeiramente, muito embora a vontade do jogador tenha peso quando o MSI tomar uma decisão definitiva.

Ramon, como se sabe, é amigo de Anderson, esquerdino do FC Porto, e já fez saber que gostava de actuar no futebol português. Logo, se dois mais dois forem quatro...Ramon foi emprestado pelo MSI ao Corinthians, depois de ter despontado no Atlético Mineiro. O empresário português Jorge Mendes, um dos representantes do fundo de investimento na Europa, está envolvido nas conversações para trazer o jogador brasileiro para o Benfica.

Contactado pelo Sportugal, Fernando Melo, assessor de imprensa do grupo que detém o passe de Ramon, afirmou que "o MSI não faz qualquer comentário sobre esse assunto".

Mexidas à vista

A concretizar-se a tranferência de Ramon para o Benfica, isso implicará mais mexidas no plantel encarnado. Fernando Santos já fez saber que considera excessivo o número de atletas no grupo de trabalho - 28 jogadores- o que pressupõe mudanças em Janeiro, na reabertura do mercado.Se se concretizar o empréstimo do médio ofensivo brasileiro, o número de jogadores aumentaria para 29, o que se pode traduzir na saída de cinco futebolistas do actual plantel.Uma última nota para dar conta de que Ramon poderá ter um concorrente na Luz para o lugar de número 10, de seu nome... Rui Costa.
fonte e foto: sportugal.pt
publicado por Bruno Leite
A gigantesca torcida do Santos Futebol Clube na região metropolitana de São Paulo

Segundo a última pesquisa Datafolha, o Santos Futebol Clube tem aproximadamente dois milhões de torcedores na grande São Paulo.

A parte ruim desta pesquisa é que verificamos que os nossos rivais estaduais possuem mais torcida que o Santos na grande São Paulo, o Palmeiras tem uma vez e meia, o São Paulo quase duas vezes e meia e o Corinthians um pouco menos de três vezes e meia.

A região metropolitana de São Paulo possui segundo projeção do IBGE para 2006, 19,7 milhões de habitantes.
A parte boa da pesquisa é que apenas o Corinthians, São Paulo e Palmeiras em São Paulo, e o Flamengo no Rio de Janeiro, possuem torcida mais numerosa que a do Santos, concentrada numa cidade ou região metropolitana.

Tem mais torcedor do Santos na região metropolitana de São Paulo que vascaínos, fluminenses, ou botafoguenses na região metropolitana do Rio de Janeiro. Ou mais santistas em São Paulo que cruzeirenses ou atleticanos na região metropolitana de Belo Horizonte, ou ainda mais santista em São Paulo do que gremistas ou colorados na região metropolitana de Porto Alegre.

Tem mais torcedor do Santos na região metropolitana de São Paulo do que população na região metropolitana de Santos. A população estimada pelo IBGE para 2006 da região é de 1.67 milhões de habitantes.

A região metropolitana de Santos conta com as cidades de Bertioga, Guarujá, Cubatão, Santos, São Vicente, Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe.

publicado por Reimão
CALCIO: Série B - Juve alcança primeiro lugar

A Juventus venceu no reduto do Bolonha por 1-0, graças a um golo muito polémico, alcançando o primeiro lugar na Serie B ao cabo de 17 jornadas. A Vecchia Signora tem a companhia do seu adversário desta noite, do Nápoles e do Génova no comando da classificação.

O tento solitário que valeu o triundo à equipa de Turim foi apontado por intermédio de Zalayeta, à passagem do minuto 73, originando forte contestação dos jogadores do Bolonha. Tudo porque o avançado uruguaio dominou a bola com o braço antes de desferir o remate, ao que acresce o facto de as imagens mostrarem que a bola não chegou a ultrapassar a linha de baliza depois de embater na barra.

Resultados:
Arezzo - Crotone 0-0
Bari - Rimini 2-2
Bolonha - Juventus 0-1
Cesena - Treviso 0-0
Frosinone - Verona 2-1
Mantova - Modena 1-0
Nápoles - Brescia 3-1
Pescara - Piacenza 0-2
Spezia - Lecce 0-2
Triestina - Génova 0-1
Vicenza - Albinoleffe 0-1

Topo da Classificação:
1.º Juventus, 31 pontos
2.º Nápoles, 31
3.º Génova, 31
4.º Bolonha, 31
5.º Rimini, 30
6.º Piacenza, 30

fonte: abola.pt
foto: abola.pt
publicado por João M Lopes
CALCIO: Roma dá espectáculo...

Jogo grande em Roma, opunha a equipa da casa ao Palermo, a equipa siciliana tem sido a surpresa da competição, mantendo-se sempre nos lugares cimeiros da tabela. O líder Inter recebia em casa o Messina e previa-se que com maior ou menor dificuldade os três pontos não iriam fugir à equipa de Mancini.

Em Milão, com Figo a titular e a rubricar excelente exibição, foi mesmo cotado pelos media italianos como um dos melhores em campo, o Inter venceu o Messina por 2-0. Os golos foram marcados já na segunda metade da partida. Primeiro foi Materazzi a fazer um golo fantástico (pontapé bicicleta perfeito)aos 49', dez minutos depois foi o internacional sueco Ibrahimovic a estebelecer o resultado final, mais três pontos para os nerazzurri que comandam o Calcio com sete pontos de vantagem em relação à Roma.

No Stadio Olimpico, a Roma venceu inapelavelmente o Palermo por 4-0, mais uma grande exibição da equipa romana. Mancini foi o homem do jogo ao apontar dois golos de belo efeito (44' e 83'). Francesco Totti isolou-se na lista de melhores marcadores ao marcar a grande penalidade que deu o 2-0 à Roma aos 56', o resultado ficou fechado com um autogolo de Giuseppe Biava.
Inter e Roma começam agora a "cavar" um fosso para as restantes equipas no que a Scudetto diz respeito!

Destaque ainda para o confronto entre Fiorentina e Milan, realizado sábado ao final da tarde, que terminou empatado a dois golos. A equipa de Carlo Ancelotti esteve mesmo muito perto de perder o jogo, não fosse, já bem perto do final - 89', Gilardino ter restabelecido a igualdade num cabeceamento espectacular, após a marcação de um pontapé de canto.

Resultados:
Fiorentina - Milan 2-2
Udinese - Cagliari 3-1
Ascoli - Torino 0-2
Catania - Empoli (adiado devido às más condições atmosféricas)
Inter - Messina 2-0
Livorno - Lazio 1-1
Parma - Chievo 2-2
Reggina - Sampdoria 0-1
Siena - Atalanta 1-1
Roma - Palermo 4-0

Classificação:
1.Inter 42
2.Roma 35
3.Palermo 31
4.Catania 23
5.Lazio 22
6.Atalanta 21
7.Livorno 21
8.Torino 21
9.Sampdoria 20
10.Udinese 20
11.Empoli 19
12.Siena 19
13.Cagliari 16
14.Milan 14
15.Messina 14
16.Fiorentina 12
17.Chievo 11
18.Parma 11
19.Reggina 9
20.Ascoli 6

Melhores Marcadores:
1 - Francesco Totti (AS Roma) 10 Golos
2- Adrian Mutu (AC Fiorentina) 9 Golos
3- Christian Riganò (Messina) 9 Golos

fotos:
calciomercato.it (Ibrahimovic e Materazzi festejam golo do Inter)
calciomercato.it (Mancini, jogador da Roma)
skysports.com (Gilardino, jogador do Milan)
publicado por João M Lopes
Crónicas dos jogos...por Filipe Falardo
14ª jornada da Liga de Honra

Numa jornada rica em empates (5!) o grande favorito foi o Leixões que aproveitou o empate caseiro do Feirense para se apoximar do líder. Recorde-se que o Leixões defronta esta semana o Gil Vicente num jogo em atraso e caso vença os homens de Barcelos fica em primeiro com um ponto a mais que o Feirense. Esta jornada teve algumas surpresas como a derrota do Guimarães e o empate do Santa Clara. Agora é tempo de algumas alterações nos planteis o que faz com que a segunda volta seja ainda mais competitiva e surpreendente.


Portimonense 1 – 1 Gil Vicente

Empate sorriu aos algarvios

Os algarvios quebraram a onde de vitórias do Gil Vicente e podem dar-se por satisfeitos pelo ponto conquistado pois os homens de Barcelos pecaram em demasia na finalização. A primeira parte foi morna e o ponto de interesse foi apenas o golo dos algarvios. No segundo tempo o Gil Vicente foi mais ambicioso e em vantagem numérica chegou ao empate. Depois assistiu-se a vários lances de golo desperdiçados pelo Gil Vicente e o resultado manteve-se assim até ao final.


Santa Clara 0 – 0 Chaves

Empate aceita-se em mau espectáculo

O Chaves surpreendeu nesta jornada com um importante empate na casa de um candidato à subida. O jogo foi de má qualidade muito por culpa do estado da relva e existiram poucos lances de perigo nas balizas. O Santa Clara somou assim o quarto empate em casa e viu o Leixões passar-lhe à frente na classificação.


Leixões 4 – 0 Ol.Moscavide

Primeira parte decisiva

Num jogo irreconhecivel dos lisboetas, os homens da casa entraram a todo o gás e aos trinta minutos já venciam por três bolas a zero. Numa partida onde tudo saiu bem ao Leixões, o Ol.Moscavide tentou responder com lances de ataque mas sofria mais um golo no segundo tempo. Os lisboetas ainda mandaram duas bolas ao poste mas a sorte estava mesmo virada para o Leixões.


Feirense 0 – 0 Penafiel

Faltaram os golos numa boa partida

O líder cedeu em casa e vê agora em risco o primeiro lugar. A primeira parte foi dominada pelos homens da casa mas não se traduziu em golos por culpa da organização defensiva do Penafiel. No segundo tempo as coisas foram diferentes e as ocasiões de golo foram repartidas mas a bola nunca chegou a entrar em nenhuma baliza como o público gosta.


Estoril 2 – 1 Varzim

Varzim ainda assustou

Numa primeira parte bem disputada, a velha máxima ”quem não marca, sofre” foi o resumo do que se passou e o Varzim inaugurou o marcador aproveitando as falhas ofensivas dos canarinhos. No entanto, o segundo tempo foi diferente e o Estoril entrou com outra atitude e ainda foi a tempo da reviravolta. A vitória dos homens da casa é justa mas não se livraram do susto.


Trofense 1 – 1 Vizela

Empate cai do céu para os forasteiros

O Trofense mostrou vontade de vencer desde o início e foi para o intervalo a vencer sem a mínima discussão. Na segunda parte, o Vizela parecia outra equipa e mostrou outros argumentos para voltar a discutir o resultado. O empate acabou por premear a reacção dos forasteiros que converteram uma grande penalidade muito discutível e conquistaram um importante ponto.


Rio Ave 1 – 1 Olhanense

Só mesmo de penalty

Foi um jogo de pouco interesse com poucas ocasiões de golo e a primeira parte foi talvez a mais emotiva pelos golos apontados de grande penalidade para ambas as equipas. O Olhanense jogou o segundo tempo com menos um homem mas o Rio Ave nunca conseguiu furar a defensiva algarvia e o empate acabou por ser o mais justo.


Guimarães 0 – 1 Gondomar

Surpresa na cidade do Berço

O Gondomar foi com a lição bem estudada e acabou por ser feliz. O Guimarães assumiu desde o início o domínio do jogo mas nunca traduziu esse domínio em golos pois o Gondomar esteve sempre muito bem organizado. Na parte final da partida o Gondomar começou a acreditar em algo mais que o empate e chegou ao golo. Uma vantagem que soube guardar até ao apito final.
publicado por Filipe Falardo
14.ª Jornada Bwin Liga e Liga de Honra































publicado por Bruno Leite
Itália (Serie B): golo de Diogo Tavares empurra Génova a caminho do topo
Diogo Tavares, jovem avançado português oriundo do Sporting, estreou-se a marcar na Serie B de Itália, abrindo a contagem na recepção do Génova ao Frosinone. Com esta vitória, a equipa onde alinha outro atleta luso proveniente da Academia de Alcochete (Tiago Pires, que ficou no banco), colou-se a Juventus e Nápoles na perseguição aos dois primeiros classificados, Bolonha e Rimini.

Logo no primeiro minuto de jogo, Diogo Tavares (19 anos) colocou o Génova em vantagem. Registaram-se mais quatro golos na etapa inicial do encontro, com a equipa da casa a ganhar uma vantagem por 3-2 que iria segurar até ao final. O avançado português foi preterido no início da segunda parte, por imperativos tácticos.

Entre as equipas da frente, destaque para o empate caseiro do Nápoles frente ao Mantova, enquanto a Juventus viu o seu confronto com o Cesena adiado, devido à trágica morte de dois jogadores da sua equipa júnior, no sábado. Os atletas, de 17 anos, morreram no Centro desportivo «Mondo Juve», depois de caírem num lago artificial, ao tentarem recuperar bolas que lá tinham caído.

fonte: maisfutebol.iol.pt
foto: gazzetta.it - Diogo Tavares (à esquerda) festeja o golo da vitória
publicado por Bruno Leite
Diogo Tavares: «O Sporting queria pôr-me na II Divisão»
Diogo Tavares foi um dos campeões de juniores que abandonou o Sporting no final da época passada. Oito anos depois de ter chegado ao clube leonino o avançado não aceitou as condições propostas pelos leões e decidiu sair para o Génova. Ao Maisfutebol, o jovem de 19 anos diz que a razão que o levou a recusar a renovação contratual foi o facto de estar ciente que tinha lugar na equipa orientada por Paulo Bento.

«O Sporting fez uma proposta, mas estava decidido a vir para fora. Queria ter uma nova experiência e fiz a opção certa. A opção do Sporting era emprestar-me a um clube da II Divisão. Não queria que eu fosse para a equipa principal. Achei que o melhor era vir para fora, e as pessoas que me são mais próximas também consideraram que era o melhor», revela.

Diogo Tavares esclarece que na base da rotura não esteve qualquer questão económica. «Procurei dar o salto. Foi uma decisão em termos desportivos. Achei que poderia jogar na primeira equipa do Sporting, mas o clube achou que não», diz.

O avançado sustenta que deixou Alvalade de consciência tranquila: «Estive oito anos no Sporting e desenvolvi um bom trabalho. Trabalhei muito e estou de consciência tranquila. Fui o melhor marcador no campeonato de juniores com 25 golos, mas nos juvenis marque 42. O Sporting não mostrou grande interesse¿ Eu dei sempre o meu melhor e fiz o que podia. Não guardo mágoa, nem tristeza porque o meu clube em Portugal é o Sporting. Mas, gostou e estou bem onde estou e não sairia daqui para Portugal.

Não deixa de ser curioso ver Diogo Tavares reclamar oportunidades no Sporting, o clube que mais frutos tira dos jogadores das camadas jovens. «Não me davam garantias de que no futuro iria para a equipa principal. Este ano foram três jogadores para a equipa A, mas estavam emprestados talvez uns 20 jogadores. O futebol não tem idades. Se jogamos melhor ou igual aos que lá estão, devemos jogar, mas as pessoas do Sporting acharam que eu não estava preparado.»

No último ano de Sporting, ou seja na época passada, Diogo Tavares foi chamado aos treinos da equipa principal por «três ou quatro» ocasiões. «Senti-me pois já conhecia os treinadores que lá estão, visto ter treinado com eles nos juniores. Só não conhecia o senhor Carlos Pereira», sublinha antes de desvendar que esta temporada apenas assistiu aos jogos que opuseram o Sporting ao Inter. Sem televisão portuguesa nem Internet em casa, Diogo Tavares vai sendo informado pelo pai: «Sei que o Sporting está em segundo e o F.C. Porto em primeiro. Vi os jogos com o Inter pois foram transmitidos aqui em Itália. Na minha opinião o Sporting tem uma grande equipa. O Nani, Moutinho, Yannick e Miguel Veloso são jogadores com muita qualidade.»

Diogo Tavares partiu para Génova na companhia de Tiago Pires, defesa-central que também deixou o Sporting no final da época. Os portugueses estão radiantes com o ambiente que se vive no calcio. «A II Divisão de Itália não tem comparação com Portugal. Em primeiro lugar, aqui a II Divisão está mais forte pois tem a Juventus e vários clubes que são da Série A. O Génova é o clube mais antigo de Itália, com oito campeonatos conquistados. Os nossos jogos têm sempre, no mínimo, 20 mil espectadores. Esse factor faz com que fiquemos muito felizes», confessa.

fonte: maisfutebol.iol.pt
publicado por Bruno Leite
FIFA World Player: Ronaldo foi 10º, Deco 15º e Figo 16º
Cristiano Ronaldo, extremo do Manchester United e da Selecção Nacional, ficou em 10º lugar na eleição da FIFA para Melhor Jogador Mundial do Ano. Deco ficou na 15ª posição, com 25 pontos, Figo classificou-se em 16º, com 20.

Ronaldo conseguiu 69 pontos, consequência de sete primeiros, dez segundos e quatro terceiros lugares. Cada seleccionador e capitão de equipa nacional podia escolher três futebolistas: o primeiro recebia cinco pontos, o segundo três e o terceiro apenas um.

O avançado recolheu as preferências dos seleccionadores de Azerbaijão, Roménia e Zâmbia em primeiro lugar, Cabo Verde, Etiópia, Togo e Ilhas Turcas e Caicos em segundo, Barbados, Butão e Costa do Marfim em terceiro.

No que diz respeito aos colegas de profissão, Ronaldo foi o número 1 para os capitães de Azerbaijão, República Dominicana, Sri Lanka e Ilhas Turcas e Caicos. Foi votado em segundo pelo dono da braçadeira da Australia, Butão, Ilhas Cook, Etiópia, Nova Zelândia e Roménia. O capitão da Gana foi o único que escolheu o português na terceira posição.

foto: 4thegame.com
publicado por Bruno Leite
FIFA World Player 2006: Fabio Cannavaro é o melhor jogador do mundo
O italiano Fabio Cannavaro, jogador do Real Madrid e da selecção italiana, tornou-se esta segunda-feira no primeiro defesa a vencer o prémio de melhor jogador mundial do ano para a FIFA.

Palmarés do prémio FIFA World Player:

2006: Cannavaro (ITA/Real Madrid)
2005: Ronaldinho (BRA/FC Barcelona)
2004: Ronaldinho (BRA/FC Barcelona)
2003: Zinédine Zidane (FRA/Real Madrid)
2002: Ronaldo (BRA/Real Madrid)
2001: Luis Figo (POR/Real Madrid)
2000: Zinédine Zidane (FRA/Juventus Turim)
1999: Rivaldo (BRA/FC Barcelona)
1998: Zinédine Zidane (FRA/Juventus Turim)
1997: Ronaldo (BRA/Inter Milão)
1996: Ronaldo (BRA/FC Barcelona)
1995: George Weah (LBR/AC Milão)
1994: Romario (BRA/FC Barcelona)
1993: Roberto Baggio (ITA/Juventus Turim)
1992: Marco van Basten (HOL/AC Milão)
1991: Lothar Matthaeus (ALE/Bayern Munique)

foto: sport-ilcaso.temi.kataweb.it
publicado por Bruno Leite
Ridículo
Dizer mal é uma moda. Não aquela que leva modelos anorécticas a voar cada vez que sopra uma rajada de vento mais forte, mas, ainda assim, igualmente condenável. Dizer mal do Benfica, aliás, tornou-se tão comum como uma "top" olhar para a balança, recorrendo-se usando da piada fácil e do escárnio sem explicações para se colocar sempre tudo em causa – do jogador mais jovem ao presidente, passando por médicos ou seguranças, uma vez que no Benfica, à Luz dos eternos críticos, há sempre defeitos. O Benfica, comparado com FC Porto e Sporting, está numa posição pouco privilegiada para ser campeão nacional, é um facto, mas não são os factos que muitos vezes estão em causa na hora de analisar a campanha do clube com mais títulos internos em Portugal. Fernando Santos é criticado pelo modo como ajeita a gravata, mas esquecem-se os elogios que mereceu antes de chegar a Portugal; Miccoli é gozo recorrente porque está sempre lesionado, mas ninguém se preocupa em contabilizar os jogos disputados por Adriano; Nuno Gomes é gozado por uma rádio nacional porque apenas tem mais um golo do que Jardel, mas não falam dos 125 apontados em Portugal. Anteontem, por exemplo, o camisola 21 do Benfica esteve "apenas" nos três golos dos encarnados frente ao Vitória de Setúbal, tendo ainda visto Nélson "roubar-lhe" outro tento e a barra evitar que a bola parasse dentro da baliza. Nuno Gomes pode não ser o melhor marcador da história do Benfica ou do futebol nacional, mas merece o respeito de quem gosta de futebol. Os seus golos já deram pontos e títulos (a Supertaça Cândido Oliveira, por exemplo) ao clube da Luz, assim como prestígio à Selecção Nacional, mas a franja crítica do costume deve saber muito mais do que Manuel José, Graeme Souness, José António Camacho, Giovanni Trapattoni, Ronald Koeman ou Fernando Santos, treinadores que nunca prescindiram de Nuno Gomes na equipa principal.

Alvo Inexplicável

Beto pode não ser um exemplo de virtuosismo, mas não merece o ridículo a que alguns adeptos do Benfica o quiseram expor no encontro com o Setúbal.

fonte: ojogo.pt; artigo de Ricardo Lemos
foto: uefa.com
publicado por Bruno Leite
La Liga: Real vence e Atlético sobe parada
A ausência do campeão Barcelona ndesta 15ª jornada, devido ao embate para a final do Campeonato Mundial de Clubes, no qual perdeu para o Internacional, do Brasil, permitiu aos restantes adversários aproximarem-se dos lugares da frente.

O Real Madrid teve uma complicada deslocação a Barcelona, para enfrentar o Espanyol, de Armando Sá e César Peixoto, no Montjuic, e conseguiu sair de lá com os três pontos, com um golo solitário do holandês Van Nistelrooy, ao minuto 49.

O Valência, de Miguel e Hugo Viana, também jogou fora, indo ao terreno do Saragoça vencer por 0-1, com um golo de Angulo, ao minuto 42, alcançando um resultado bastante precioso.

O líder da Liga neste momento é o Sevilha, de Duda, que foi a Huelva, defrontar o Recreativo, de Beto, e venceu por 1-3. Os golos sevilhanos foram apontados por Fabian, Kanouté e Navas. o Sevilha assume assim provisoriamente o comando, pois o Barcelona apenas jogará em Janeiro, o jogo em atraso desta jornada.

O Desportivo da Corunha, de Jorge Andrade, continua de mal a pior, desta feita recebeu e perdeu com o Atlético de Bilbao, por 1-2, e afunda-se cada vez mais na tabela. A Real Sociedade, de Fábio Felício, defrontou o Nastic, de Makukula, e venceu por 3-2, sendo o Nastic cada vez mais último.

O grande destaque da jornada vai para o Atlético de Madrid, que recebeu no Vicente Calderón, o Getafe, e venceu por 1-0, com golo do internacional português Maniche, Desta forma, o Atlético sobe ao 4º lugar e fica numa posição muito boa para as aspirações do clube.

Os restantes jogos da jornada, destaque para o Maiorca, de Nunes, que recebeu e perdeu com o Racing Santander, por 1-2, e para a goleada do Osasuna no terreno do Villareal, por 1-4.

Eis a classificação da Liga espanhola:

1º - Sevilha, 15 - 34
2º - Barcelona, 14 - 33
3º - Real Madrid, 15 - 32
4º - Atlético Madrid, 15 - 27
5º - Saragoça, 15 - 26
6º - Valência 15 - 24
7º - Getafe, 15 - 22
8º - Recreativo, 15 - 22
9º - Villareal, 15 - 22
10º - Osasuna, 15 - 20
11º - Celta, 15 - 20
12º - Espanyol, 15 - 19
13º - Racing, 15 - 18
14º - Maiorca, 15 - 17
15º - Deportivo, 15 - 17
16º - Levante, 15 - 15
17º - Atlético Bilbao, 15 - 14
18º - Betis, 14 - 10
19º - Real Sociedad, 15 - 9
20º Nastic, 15 - 8

Melhores marcadores:

Kanouté, 12
Ronaldinho, 11
Diego Milito, 11
Van Nistelrooy, 9
Baiano, 8
Villa, 7

foto: marca.es
publicado por Pedro Ribeiro
Premiership: Chelsea aproveita deslize do United
A 18ª jornada da Premiership foi muito positiva para os comandados de José Mourinho, uma vez que realizaram um jogo incrível em Liverpool e aproveitaram o deslize do Manchester em Londres.

O Chelsea tve uma deslocação dificílima ao campo do Everton, clube de Nuno Valente, e onde venceu nos minutos finais, respirando melhor no campeonato. O Everton adiantou-se no marcador por intermédio de Arteta, através de uma grande penalidade, e foi para o intervalo a vencer. No segundo tempo, Tim Howard com um auto golo pôs tudo igual, mas minutos depois, Yobo fez o 2-1. Nos últimos dez minutos, os campões reviraram o marcador, primeiro por Lampard, e bem perto do final, Drogba, numa jogada que se iniciou em hilário, marcou o 3-2 final para gáudio dos blues.

O líder Manchester United foi a Londres defrontar o West Ham e tropeçou. O homem do jogo foi Nigel Reo-Coker, que ao minuto 75 marcou o único golo da partida, fazendo com que os comandados de Sir Alex perdessem a preciosa vantagem de que dispunham na tabela classificativa.

O Liverpool foi ao terreno do aflito Charlton e venceu por claros 0-3, com os golos a serem apontados por Xabi Alonso, Bellamy e o capitão Gerrard.

O Arsenal voltou a derrapar, desta feita frente ao "surpreendente" Portsmouth, de Pedro Mendes e Manuel Fernades, ao empatar a duas bolas. Os gunners marcaram por Adebayor e Gilberto Silva, ao passo que os pupilos de Redknapp marcaram por Pamarot e Taylor.

Nos restantes jogos, o Blackburn, de McCarthy, venceu fora o Reading por 1-2, com o sul africano a marcar um dos golos. O Newcastle recebeu e venceu o Watford por 2-1, com bis do nigeriano Martins. O Tottenham deslocou-se ao terreno do Manchester City e venceu por 1-2, e o Bolton de Vaz Tê foi vencer fora igualmente, no campo do Aston Villa, por 0-1. Amanhã jogar-se-à o Fulham, de Boa Morte, frente ao Middlesbrough, de Abel Xavier.

Eis a classificação da Premiership:

1º - Manchester United, 18 - 44
2º - Chelsea, 18 - 42
3º - Liverpoll, 18 - 31
4º - Arsenal, 18 - 30
5º - Bolton, 18 - 30
6º - Portsmouth, 18 - 29
7º - Tottenham, 18 - 28
8º - Reading, 18 - 26
9º - Aston Villa, 18 - 25
10º - Everton, 18 - 24
11º - Wigan, 18 - 22
12º - Newcastle, 18 - 22
13º - Manchester City, 18 - 20
14º - Sheffield United, 18 - 20
15º - Fulham, 17 - 20
16º - Blackburn, 17 - 19
17º - Middlesbrough, 17 - 17
18º - West Ham, 18 - 17
19º - Charlton, 18 - 12
20º - Watford, 17 - 11

Lista de melhores marcadores:

Drogba, 10
Kanu, 9
Doyle, 8
Rooney, 8
Saha, 8
Barry, 6
Bent, 6
Camara, 6
Henry, 6
Johnson, 6

foto: uefa.com
publicado por Pedro Ribeiro
Werder Bremen e Schalke 04 ganham e continuam na frente da Bundesliga
17ª Jornada
Na última jornada da 1ª volta e antes da pausa de inverno, o Werder Bremen e o Schalke 04 partilham a liderança na Bundesliga 06/07, seguidos pelo Bayern München e Stuttgart.

O Werder Bremen jogou em casa com o Wolfsburg e ganhou por 2-1. O dinamarquês Jensen marcou primeiro para o Bremen aos 17', mas aos 41' da primeira parte o Wolfsburg empata o encontro com um golo de Boakye. O golo da vitória do Bremen foi marcado apenas aos 86' pelo defesa central brasileiro Naldo. Depois de um "hat-trick" na jornada anterior, Naldo foi mais uma vez decisivo numa vitória do Werder Bremen, que segura assim a liderança da Bundesliga. No segundo lugar e com os mesmos pontos que o líder, o Schalke 04 deslocou-se ao campo do Arminia Bielefeld e ganhou com um golo solitário do médio bósnio Z.Bajramovic aos 82 minutos.

O Bayern München alcançou a sua primeira goleada da época! foi ao campo do último classificado, Mainz 05, vencer por 0-4. Os golos foram marcados por H.Salihamidzic (31'), R.Makaay (45'), C.Pizarro (64') e B.Schweinsteiger (64'). Com esta vitória o Bayern passa para o terceiro lugar da Bundesliga, beneficiando do empate a zero entre o Stuttgart e o Energie Cottbus.

A próxima jornada da Bundesliga realiza-se entre 26 e 28 de janeiro de 2007. O jogo grande da jornada vai ser o Borussia Dortmund contra o Bayern de Munique. O Werder Bremen recebe o Hannover 96, enquanto que Schalke 04 e Stuttgart jogam fora de casa contra o Frankfurt e FC Nürnberg, respectivamente.

Até ao final do ano vai ainda jogar-se os oitavos de final da DFB Pokal 2006/2007 (taça da Alemanha). O principal destaque vai para os jogos entre equipas da Bundesliga e os jogos que envolvem as equipas da liga regional.

Resultados da 17ª Jornada da Bundesliga 06/07:
VfL Bochum Borussia Mönchengladbach 2:0 (1:0)
Hertha BSC Berlin Eintracht Frankfurt 1:0 (0:0)
FC Nürnberg Hannover 96 3:1 (1:1)
FSV Mainz 05 Bayern München 0:4 (0:2)
Arminia Bielefeld FC Schalke 04 0:1 (0:0)
TSV Alemannia Aachen Hamburger SV 3:3 (0:1)
Energie Cottbus VfB Stuttgart 0:0 (0:0)
SV Werder Bremen VfL Wolfsburg 2:1 (1:1)
Borussia Dortmund Bayer Leverkusen 1:2 (0:1)


Classificação – Bundesliga 06/07:
Pos Clube J V E D DG Pts
1 SV Werder Bremen 17 11 3 3 25 36
2 FC Schalke 04 17 11 3 3 12 36
3 FC Bayern München 17 10 3 4 11 33
4 VfB Stuttgart 17 9 5 3 9 32
5 Hertha BSC Berlin 17 7 6 4 4 27
6 Bayer 04 Leverkusen 17 7 4 6 4 25
7 FC Nürnberg 17 4 11 2 5 23
8 Arminia Bielefeld 17 5 7 5 4 22
9 Borussia Dortmund 17 5 7 5 0 22
10 Eintracht Frankfurt 17 4 8 5 -6 20
11 Hannover 96 17 5 5 7 -10 20
12 VfL Wolfsburg 17 4 7 6 -4 19
13 TSV Alemannia Aachen 17 5 4 8 -5 19
14 VfL Bochum 17 5 3 9 -8 18
15 Energie Cottbus 17 4 5 8 -6 17
16 Borussia Mönchengladbach 17 4 3 10 -10 15
17 Hamburger SV 17 1 10 6 -6 13
18 FSV Mainz 05 17 1 8 8 -19 11


Lista de melhores marcadores:
Jogador Clube Jogos Golos
Klose, Miroslav Werder Bremen 15 10
Pantelic, Marko Hertha BSC Berlin 16 10
Makaay, Roy Bayern München 17 9
Diego, Ribas Werder Bremen 16 8
Gomez, Mario VfB Stuttgart 17 8


Jogadores Portugueses actualmente a jogar na Bundesliga 06/07:
Campeonato Jogador Clube Jogos Golos
Bundesliga Fernando Meira VfB Stuttgart 8 1
Bundesliga Hugo Almeida Werder Bremen 13 2
Bundesliga Sérgio Pinto Alemannia Aachen 13 0
Bundesliga Zé António Moenchengladbach 17 0
Bundesliga Alex VfL Wolfsburg 4 0
2. Bundesliga Cáfu SC Freiburg 7 1
2. Bundesliga Paulo Sérgio Rot-Weiss Essen 7 1


fotos: kicker.de

Diogo Oliveira - Correspondente em Ulm, Alemanha

Etiquetas:

publicado por Diogo Oliveira
FC Porto fecha o ano em alta
Os azuis e brancos entraram para a 14ª jornada como líderes incontestáveis da Liga, e quiseram fechar 2006 não só com a liderança, mas também em grande momento de forma, e logo com uma goleada.

Numa semana muito movimentada para o reino do dragão, com o escândalo Carolina Salgado, e depois de se saber qual o adversário para os oitavos de final da Liga dos Campeões, era importante para os campeões nacionais demonstrarem tranquilidade e soberania no comando, um caminho a que têm acostumado os seus adeptos e não só.

O FC Porto iniciou o jogo a todo o vapor, e com 5 minutos decorridos tinha já 3 cantos a seu favor, o que demonstrava que a ofensiva azul e branca estava no seu auge. O golo não demoraria muito mais tempo, e seria através de um livre de Quaresma, que Pepe marcaria o primeiro da noite. Numa cobrança do lado direito da ofensiva portista, Quaresma levanta a bola bem colocada para a área, onde surgiu Pepe, de cabeça, a inaugurar o marcador.

Com o 1-0 os dragões não baixaram as investidas, e Postiga tem dois bons lances em que remata a baliza pacense com algum perigo. Ao minuto 43, o segundo golo da noite. Quaresma, sempre ele, marca um canto na direita, Pepe cabeceia a barra, e Postiga na recarga marca fácil o segundo golo. Ainda antes da primeira parte terminar, Edson, do Paços, foi expulso da partida por pontapear por trás Pepe, fazendo a sua equipa ir para os balneários com um homem a menos.

No segundo tempo os campeões nacionais abrandaram o seu ritmo, quiça por ter uma vantagem de dois golos e por jogarem contra uma equipa com um jogador a menos. Mesmo assim a equipa ia demonstrando que dois golos era insuficiente, frente a um Paços inconformado que ia lutando por um golo no Dragão.

Raúl Meireles manda uma bomba por cima da baliza e Postiga chega atrasado a um cruzamento de Cech, sendo os primeiros lances de real perigo antes do terceiro golo. Esse mesmo golo que chegou à passagem do minuto 67, por intermédio de Pepe, o homem da noite. Num canto de Quaresma, Pepe já deitado no ar, remata de pé direito, fazendo o segundo da noite, e dando um "cheirinho" do seu futebol a Scolari.

Cinco minutos volvidos o homem do jogo, Pepe, sai para a entrada de Ricardo Costa, foi esta a forma de Jesualdo Ferreira premiar o defesa central por ter marcado dois golos. Quaresma e Postiga, sempre os homens mais perigosos do dragões, insistiram com remates à baliza de Peçanha, quando já se avizinhava mais um golo. Minuto 87, Quaresma com um brilhante trabalho na ala esquerda, cruza milimetricamente para a cabeça de Lucho, que apareceu ao segundo poste.

O jogo chegou ao fim com uma vitória folgada do Porto, frente a um Paços que não teve grandes argumentos para uma equipa muito forte e organizada por Jesualdo Ferreira, e que assim mantém a liderança ao fim de 14 jornadas na Liga. Agora vem a pausa de aproximadamente um mês, o que poderá ser talvez um entrave a esta senda vitoriosa do Porto, que em casa jogou por sete vezes, e por sete vezes triunfou, estando imbatível até ao momento no reino do Dragão.

Ficha de jogo:

BWIN Liga, 14.ª JORNADA

Estádio do Dragão, no Porto
Hora: 19:00
Árbitro: João Vilas Boas (Braga)

MVP Planet Football 10 - Pepe

FC Porto: Helton; Bosingwa, Pepe (Ricardo Costa, 73m), Bruno Alves e Cech; Lucho, Raul Meireles e Ibson (Bruno Moraes, ao int.); Lisandro (Vieirinha, 67m) Hélder Postiga e Quaresma.

Treinador: Jesualdo Ferreira

Paços de Ferreira: Peçanha; Primo, Geraldo, Tiago Valente e Antunes; Elias, Paulo Sousa e Dani (Pedrinha, 60m) Edson, Ronny (Cristiano, 55m) e Didi (Renato Queirós, 74m).

Treinador: José Mota

Disciplina: Cartão amarelo a Edson (9m), Paulo Sousa (25m), Elias (28m), Bosingwa (56m), Peçanha (67m), Cech (78m), Cristiano (79m) e Geraldo (92m). Cartão vermelho directo a Edson (45m).

Marcadores: 1-0, Pepe (25m); 2-0, Hélder Postiga (42m); 3-0, (Pepe, 68m); 4-0 (Lucho, 86m).

Resultado final: 4-0.

foto: record.pt
publicado por Pedro Ribeiro
MUNDIAL DE CLUBES: Internacional de Porto Alegre bate Barcelona e é o novo CAMPEÃO DO MUNDO!

A surpresa aconteceu em Yokohama. Depois de ter vencido a Taça dos Libertadores, o Internacional de Porto Alegre conquistou o Japão ao derrotar o Barcelona a escassos minutos de terminar a final do Mundial de Clubes.

O Barcelona com Deco no onze (jogou todo o encontro) foi superior, criou mais oportunidades, muitas delas por intermédio do internacional português, mas foi surpreendido num lance de contra-ataque.

Decorria o minuto 82 quando Adriano, que havia entrado aos 76 minutos, aproveitou um passe de Iarley e marcou o golo que garantiu o título de Campeão do Mundo.

Deco ainda tentou virar o jogo e na jogada seguinte obrigou Clemer a uma boa defesa para canto, após um excelente remate da direita.

Ronaldinho Gaúcho foi outro dos que procurou desequilibrar, como fez aos 86 minutos na sequência de um livre e atirou ao lado da baliza, mas foi por pouco que a bola não entrou. O 10 do Barça sorriu, como que a acreditar que ainda era possível vencer, mas a vitória estava entregue.

Os brasileiros do Internacional surpreenderam mesmo e derrotaram o campeão europeu. São eles os novos donos do maior troféu de clubes no Mundo.

FICHA DE JOGO


Yokohama, Japão

Árbitro: Carlos Batres

INTERNACIONAL: Clemer, Ceara, Indio, Fabiano Feller, Cardoso, Edinho, Wellington Monteiro, Iarley, Alex (Fabián Vargas, 46m), Fernandao (Adriano, 76m) e Alexandre Pato (Luiz Adriano, 61m)

BARCELONA:
Victor Valdés, Zambrotta (Belletti, 46m), Márquez, Puyol, Gio, Motta (Xavi, 59m), Iniesta, Deco, Giuly, Gudjohnsen (Ezquerro, 88m) e Ronaldinho.

Golo: Adriano aos 82m.

fotos: uol.com.br/esporte
publicado por Bruno Leite
MUNDIAL DE CLUBES: Al Ahly de Manuel José em terceiro lugar
O Al Ahly treinador por Manuel José ficou em terceiro lugar no Mundial de Clubes. O campeão egípcio conquistou o último lugar do pódio da competição que terminou esteve domingo no Japão, a derrotar o América do México, por 2-1.

A vitória da equipa treinada pelo técnico português começou a ser escrita perto do intervalo quando Aboutrika marcou (42m) o primeiro golo do jogo.

Os mexicanos empataram por intermédio de Cabanas (59m), mas apesar das várias oportunidades de golo criadas pecaram muito na finalização e não foram além do golo de honra.

Aboutrika foi mesmo o homem do jogo ao bisar (79m) e garantir uma importante vitória para o Al Ahly, que se sagrou assim o terceiro classificado da maior competição a nível de clubes.

foto: fifa.com
publicado por Bruno Leite
Sporting 1-0 Académica: Afinal Liedson ainda resolve...
Um golo de Liedson, após falhanço claro de Pedro Roma, permitiu ao Sporting bater na noite deste sábado a Académica e somar três pontos preciosos, isto se quiser continuar na perseguição ao líder FC Porto, que recebe este domingo o Paços de Ferreira. Foi, possivelmente, dos triunfos mais esclarecedores dos leões esta temporada. Muitas oportunidades criadas, boa movimentação, solidez defensiva – neste capítulo com o muro Miguel Veloso em destaque – e extrema paciência na arquitectura dos lances.

Tirando os últimos 15 minutos, altura em que a Académica fez tremer os leões, o resultado nunca esteve em causa. Paulo Bento surpreende. O treinador do Sporting conseguiu repetir um onze pela primeira vez esta temporada. Há opções incompreensíveis – já lá vamos -, contudo, o facto de os jogadores alinharem minutos seguidos em conjunto ajuda. Até Bueno faz-se perceber melhor…Se Paulo Bento surpreendeu, Manuel Machado não quis ficar atrás. Explanou no relvado um holandês 3x3x3x1, com tendência a fixar-se em 3x5x2. Os três de trás limitaram-se a controlar os movimentos de Liedson e Bueno e a destruir o que podiam. Os três do meio beneficiavam da qualidade de Roberto Brum e da força física de Alexandre e Lino. Na frente Nestor tentava fazer pela vida com o auxílio de Dame – um jogador à atenção dos grandes, muita atenção mesmo…O jogo começou com Liedson e Bueno a terem o golo nas suas cabeças, logo nos primeiros 10 minutos. A Briosa acertou marcações, só permitindo nova jogada de envovimento dos locais aos 26 minutos, quando Tello abriu para Caneira, este centrou e Liedson falhou dois remates na cara de Pedro Roma. No minuto seguinte, Liedson calou os críticos e mostrou que continua a resolver. João Moutinho cobrou um canto, da direita, Pedro Roma falhou a intercepção e Liedson, qual íman, limitou-se a deixar a bola tocar na cabeça. 1-0, resultado feito, três pontos para o Sporting.

O intervalo foi atingido com o Sporting com o sinal mais e a Académica, que ia trocando bem a bola, não conseguia incomodar Ricardo, um espectador durante todo o jogo. Os livres de Ronny iam materializando o ascendente leonino e até Miguel Veloso foi lá à frente disparar à baliza conimbricense. Liedson, o tal que continua a resolver, teve a oportunidade de bisar ao minuto 57, contudo, o levezinho nãoi aproveitou a defesa incompleta de Pedro Roma a remate de Ronny.

Depois… a tremideira

Esse foi, praticamente, o último lance de perigo dos leões. A Académica, ainda com muito tempo para jogar, começou a acreditar que, independentemente de ainda não ter feito um remate que se visse, podia tentar a sua sorte. E foi o que fez. O recém-entrado Dionattan mexeu com o jogo, mas Nestor, na cara do golo, não aproveitou um centro da esquerda. Gyano, em contra-ataque, também podia ter feito melhor. Até final, o Sporting enervou-se – a entrada de Custódio não se entende -, começou a passar isso para o público que ia descarregando em Bruno Paixão, nalgumas vezes com razão.

Opções indecifráveis

A história de que o treinador é que conhece os jogadores nem sempre é uma verdade absoluta. Continua sem se entender a titularidade de Bueno em detrimento de Alecsandro, o ostracismo a que está votado Carlos Martins quando estão em campo futebolistas como Tello ou Nani. Por falar em Nani, o jovem futebolista começa a revelar alguns tiques de vedetismo e o público não se coíbe de mostrar o seu desagrado. A fronteira entre o brinca na areia e jogador com potencial e atitude – como João Moutinho – é muito ténue. Enfim, há coisas que não são explicadas e Paulo Bento tem-se resguardado no velho lugar comum das “opções técnicas”. É uma opção… pessoal.

Aos estudantes falta-lhes poder de fogo. Jogam um futebol vistoso que não serve de nada se as bolas não entrarem na baliza. A manutenção não está em risco mas de uma equipa comandada por Manuel Machado espera-se sempre algo mais.
Ficha de Jogo

Estádio José Alvalade, em Lisboa.

Assistência: 41.411 espectadores

Sporting:
Ricardo, Caneira (Abel, 58), Tonel, Miguel Veloso, Ronny (C ustódio, 71), Paredes, João Moutinho, Tello, Nani, Liedson e Bueno (Alecsandro, 68)

Treinador: Paulo Bento

Académica: Pedro Roma, Alexandre (Dionattan, 70), Danilo, Kaká, Rober to Brum (Gelson, 60), Paulo Sérgio, Miguel Pedro (Gyano, 46), Lino, Filipe Teixeira, Dame e Nestor Alvarez

Treinador: Manuel Machado

Golo: 1-0, Liedson, 27 minutos

Árbitro: Bruno Paixão (Setúbal)

Acção disciplinar: cartão amarelo para Nestor Alvarez (47), Gelson (70) e Tello (92)

fonte e foto: sportugal.pt
publicado por Bruno Leite
Ultimas entradas
Posts Históricos
Visitantes
Pesquisar
PF10 TV

Publicidade


Click Here

Arquivos
Grupo Galáxia