Fechar PFTV
Publicidade
“FOOTBALL LEGENDS”: Paulo Futre, o génio que encantou Madrid…para sempre!
Nascido no Montijo a 28 de Fevereiro de 1966, Paulo Jorge dos Santos Futre tornou-se num dos melhores jogadores de sempre do futebol português. Formado nas escolas do Sporting Clube de Portugal o talentoso extremo-esquerdo estreou-se na equipa principal do clube de Alvalade com apenas 17 anos, onde começou a dar nas vistas. Mas o Sporting não soube blindar contratualmente o seu “menino de ouro”, que jogou apenas a época de 1983/84 com a camisola dos leões, e o FC Porto num ápice chegou a acordo para a sua contratação a título definitivo.

Futre jogou nos “dragões” entre 1984 e 1987. Épocas onde venceu dois campeonatos nacionais e uma Taça dos Campeões Europeus (antigo formato da Liga dos Campeões). O internacional português viria mesmo a ser um dos jogadores em maior destaque na final-vitória por 2-1- disputada contra o Bayern de Munique, no estádio do Prater em Viena de Áustria.
1.68 m de inigualável talento…um “astro” que despontou a tão alto nível que seria difícil mantê-lo em Portugal. A Europa já despertara para a classe de Paulo Futre. O extremo que sentava os adversários, que os fintava e ultrapassava com uma facilidade assustadora estava prestes a dizer adeus ao Estádio das Antas.

Valorizado pela conquista da Taça dos Campeões Europeus, o plantel do FC Porto viu partir a sua jóia maior. Foi em 1987/88 que Futre rumou a Madrid, nomeadamente ao Atlético local que vivia na “sombra” do seu maior rival o gigante Real Madrid.
No Atlético Paulo Futre não alcançou sucesso desportivo, mas chegou ao Olimpo! Madrid ainda hoje suspira pelas jogadas estonteantes do mágico número 10 que fez a “aficcion” sonhar com um clube grande, o maior! Mas o sonho não passou disso mesmo. Uma ilusão. No entanto, apesar de nunca ter conseguido a conquista do título espanhol, o clube de Futre conquistou duas Taças do Rei (equivalente à nossa Taça de Portugal).

É verdade que os títulos não abundaram, mas Futre será para sempre recordado como um dos maiores símbolos da história dos “Colchoneros” e um dos melhores jogadores mundiais na sua época. Um ícone! O extremo português marcou 38 golos em 173 jogos pelo Atlético, mas foram as magníficas jogadas individuais e assistências para golo que elevaram Futre.

Em 1993, ao fim de cinco épocas e meia na Liga Espanhola, Futre rumou ao Benfica. Um golpe duro para o rival Sporting que contava conseguir a contratação do seu ex-jogador. Mas foi o então presidente do clube da Luz, Jorge de Brito, que consumou a mais cara aquisição de sempre por parte de um clube nacional; 5 milhões de euros (um milhão de contos na moeda antiga) e um ordenado chorudo de 150 mil euros mensais (30 mil contos).
Ao serviço do Benfica, Paulo Futre conquistou uma Taça de Portugal frente ao Boavista (vitória por 5-2), jogo no qual apontou dois golos e foi considerado o melhor jogador em campo. Futre por pouco não conseguia repetir a proeza de ser campeão nacional, mas o FC Porto foi mais forte e chegou ao final da competição com mais dois pontos que a equipa comandada por Toni.
Os graves problemas financeiros em que o Benfica estava “mergulhado” obrigaram o clube da Luz a vender o passe da sua principal estrela ao Marselha de França.

A partir desta fase, devido a sucessivas e gravíssimas lesões e vários meses de inactividade, a sua carreira entra em declínio. Em seguida, Paulo Futre ainda passou pela Reggina, Milan (onde venceu o “scudetto”), West Ham. Na época 97/98, ainda regressou ao Atlético de Madrid, mas nunca atingiu o patamar que o notabilizou anteriormente. O génio lusitano acabou a carreira no Japão ao serviço do Yokohama Flugels em 98/99.

Clubes
Sporting Clube de Portugal - (Portugal) 1983 - 1984
FC Porto - (Portugal) 1984 - 1987
Atlético de Madrid - (Espanha) 1987 - 1993
Sport Lisboa e Benfica - (Portugal) - 1993
Olympique de Marsella - (França) 1993 - 1994
Reggina Calcio - (Itália) 1994 - 1995
AC Milan - (Itália) 1995 - 1996
West Ham - (Inglaterra) 1996 - 1997
Atlético de Madrid - (Espanha) 1997 - 1998
Yokohama Flugels - (Japão) 1998 - 1999


Títulos
Campeonatos nacionais
2 Ligas portuguesas (FC Porto, temporadas 84-85 e 85-86)
2 Supertaças de Portugal (FC Porto, 1984 e 1986)
2 Taças do Rei (Atlético de Madrid, temporadas 90-91 e 91-92)
1 Liga italiana (AC Milan, temporada 95-96)
Taças Europeias
1 Taça dos Campeões da Europeus (FC Porto, temporada 86-87)

Prémios
Melhor jogador da Liga Portuguesa duas vezes (temporadas 85-86 e 86-87)
Bola de Prata (Segundo melhor jogador de Europa, 1987- numa eleição que foi ganha pelo holandês Ruud Gullit. A Futre seguiu-se em terceiro lugar o espanhol Emílio Butragueño)

Selecção Nacional
Destaca-se a participação no Mundial do México de 1986 onde disputou três jogos contra a Inglaterra, Polónia e Marrocos. Vestiu a camisola das quinas 41 vezes.
publicado por Bruno Leite
Comentários a "“FOOTBALL LEGENDS”: Paulo Futre, o génio que encantou Madrid…para sempre!"
Anonymous Anónimo
Aqui está uma biografia soberba, resumida de forma sóbria e ao mesmo com capacidade de captar a atenção do "bloggista" e o interesse em ler até ao fim. Estás de parabéns e, depois deste início, a malta fica a aguardar pelos muitos "génios e lendas" que decerto gostaremos de ler ao longo das próximas semanas.

Abraço. Igor Neto
28 de julho de 2006 às 09:54  
Muito obrigado por valorizar o nosso trabalho. Estamos apenas no início, mas contamos ter muito mais para oferecer aos nossos leitores. E dentro de uma semana teremos algumas novidades, pois temos reforços a caminho quer para a nossa equipa de redacção quer ao nível dos conteúdos.
28 de julho de 2006 às 10:33  
Anonymous Anónimo
Here are some links that I believe will be interested
7 de agosto de 2006 às 01:15  
Anonymous Anónimo
I love your website. It has a lot of great pictures and is very informative.
»
11 de agosto de 2006 às 17:46  
Anonymous Anónimo
This site is one of the best I have ever seen, wish I had one like this.
»
17 de agosto de 2006 às 00:46  
Ultimas entradas
Posts Históricos
Visitantes
Pesquisar
PF10 TV

Publicidade


Click Here

Arquivos
Grupo Galáxia