Fechar PFTV
Publicidade
Saha decisivo no reencontro dos "diabos"
Um «golaço» de Louis Saha selou a vitória do Manchester United na Luz. O resultado penaliza o Benfica, que se apresentou em bom plano na primeira parte, durante a qual esteve perto do golo. Na etapa complementar, o tento dos «red devils» desequilibrou os encarnados, que não mais se encontraram.

O Benfica dominou (quase) por completo a primeira parte. Quase porque o Manchester United entrou bem e controlou os 10 minutos iniciais. Depois disso, só deu mesmo Benfica. A equipa de Fernando Santos, fruto de atitude aguerrida, encostou o adversário ao seu último reduto, não lhe permitindo grandes veleidades. Os «encarnados» exerciam grande pressão sobre o portador da bola e cortavam pela raiz qualquer tentativa de ataque. Cristiano Ronaldo, com os seus «rides» habituais, que lhe valeram monumentais assobiadelas, procurava levar a sua equipa para frente, mas sem sucesso.

Perante um Manchester que pouco produzia em termos ofensivos, o Benfica chamava a si as despesas do jogo, denotando, todavia, dificuldades para furar a hiperpovoada defesa dos «red devils». Nuno Gomes surgia desamparado mas foi dele que nasceu o lance de maior perigo, fruto de uma perda de bola infantil de Vidic. O avançado aproveitou para «armar» o remate à entrada da área, valendo a grande intervenção de Van der Sar a desviar para a linha de fundo.

Depois da exibição das duas equipas nos primeiros 45 minutos, era forte a convicção de que o Benfica poderia voltar a derrotar o Manchester United, tal como fizera na época passada. Certo é que foi a equipa inglesa a chegar ao golo, à passagem do minuto 60, num «disparo» de Saha sem hipótese de defesa para Quim, a culminar rápido contra-ataque. Os «encarnados» acusaram a desvantagem e viram o adversário assumir o controlo do jogo e, através de rápidos contra-ataques quase sempre conduzidos por Ronaldo, construir lances de muito perigo para as suas redes. O de maior destaque fez brilhar Quim, que já perto do final efectuou três grandes defesas a remates consecutivos de Heinze, Fletcher e Carrick.

O Benfica continua, assim, sem chegar ao golo nesta edição da Liga dos Campeões, e soma apenas um ponto no Grupo F. Manchester United lidera com seis, Celtic soma três e FC Copenhaga um.

Ficha de Jogo:

Estádio da Luz, em Lisboa.

Árbitro: Frank de Bleeckere (Bélgica).

Assistentes: Peter Hermans e Walter Vromans.

MVP Planet Football 10 Player - Ronaldo

BENFICA: Quim; Alcides, Luisão, Anderson (Mantorras, 82m) e Léo; Katsouranis e Petit; Paulo Jorge (Miccoli, 65m), Karagounis (Nuno Assis, 62m) e Simão; Nuno Gomes.

MANCHESTER UNITED: Van der Sar; Gary Neville, Ferdinand, Vidic e Heinze; Carrick; Cristiano Ronaldo, Scholes e O´Shea; Rooney (Fletcher, 85m) e Saha (Alan Smith, 85m).

Disciplina: Cartão amarelo a Carrick (7m), Scholes (10m), Katsouranis (25m), Heinze (66m) e Petit (86m).

Marcadores: Saha (60m).

Resultado final: 0-1.

fonte: abola.pt

photo by: abola.pt
publicado por Pedro Ribeiro
Comentários a "Saha decisivo no reencontro dos "diabos""
Anonymous Ricardo
Ontem viu-se realmente a falta que faz um treinador que trabalhe não apenas os aspectos tácticos da equipa, mas principalmente o aspecto psicológico.
O Benfica teve o jogo controlado, com o adversário a jogar no erro das águias.
Depois do golo a equipa transformou-se numa sombra do que fora até ali.
É aqui que, na minha opinião, se vê a diferença dos bons e não tão bons treinadores.
A equipa foi incapaz de reagir e de continuar a tomar conta do jogo.
É nisto que treinadores como o Mourinho e muitos outros marcam a diferença.
Foi pena o Benfica que jogou até aos 60 minutos, desapareça depois de sofrer um golo, ainda com 30 minutos para jogar.
Espero que os próximos jogos possam dar os pontos que a equipa precisa para passar à próxima fase.
Parabéns ao Planet pelos 5000 visitantes.
Continuem com o bom trabalho!
27 de setembro de 2006 às 11:13  
Ultimas entradas
Posts Históricos
Visitantes
Pesquisar
PF10 TV

Publicidade


Click Here

Arquivos
Grupo Galáxia