Fechar PFTV
Publicidade
A injustiça de Miccoli não jogar no «Dragão»…e o futebolzinho que temos
Caros leitores, nesta 7.ª jornada assistimos a mais um, dos muitos, episódios tristes do futebol português. O árbitro Carlos Xistra fez questão de estragar um jogo de futebol que até começou por decorrer com algum interesse (até pelo facto do Estrela ter inaugurado o marcador no Estádio da Luz). Depressa se percebeu que o jogo iria ser um autêntico festival de cartões. Admoestações sem qualquer sentido e outras que não o foram quando toda a gente esperava que sucedessem. Um critério sem critério foi o que o árbitro Carlos Xistra aplicou aos jogadores, quer do Benfica quer do Estrela da Amadora. O dia já era de chuva torrencial, cinzento e triste, ou seja pouco apelativo para os adeptos saírem de casa e deslocarem-se ao Estádio e Xistra deu ainda mais razão aos que não foram. 18 cartões, que resultaram em três expulsões por acumulação de amarelos, é o saldo “brilhante” de um jogo que teve de tudo…menos violência.

O futebol português é um pouco como o estado geral das coisas neste país. Mudam-se as pessoas, implementam-se medidas, faz-se muito show off, mas no final continua tudo exactamente na mesma. Continua a ser estranho que arbitragens destas aconteçam e quase sempre em vésperas de derbies, continua a ser estranho (ou não) que o gravíssimo processo “Apito Dourado” esteja praticamente parado, sem grandes desenvolvimentos. É uma pena que neste país os processos não vão até ao fim e que factos importantes se possam ir desvanecendo no tempo e na memória de todos, até daqueles que não os deviam esquecer. Temos o exemplo de uma Liga muito prestigiada a nível mundial, como é a italiana. Lá houve coragem, embora não toda, para chamar à responsabilidade dirigentes e clubes envolvidos no mega escândalo de corrupção “Calciocaos”. Se não tivesse existido investigação rigorosa e apuramento dos factos hoje a Juventus (um dos grandes clubes mundiais) não estaria na Série B italiana (começou com pontos negativos) e outro colosso como o Milan não teria sido penalizado com a perda de vários pontos, só para citar dois exemplos. É importante perceber que mexer com clubes destes é tocar num poder inimaginável que extrapola o futebol, porque a influência do desporto rei vai muito além do desporto. E em Portugal os três grandes não serão, decerto, excepção a esta regra.

Acho que é necessário levar o “Apito Dourado” até ao fim e apurar toda a responsabilidade no caso de ela existir, até para que os adeptos do futebol (que são quem alimenta o espectáculo e cada vez menos acredita nele) saibam toda a verdade. E por falar no poder do futebol, veremos o que vai acontecer ao dossier anónimo que contém alegadas provas de corrupção no futebol português, entregue pelo Benfica ao Ministério Público. Daqui a uns meses faremos a leitura da evolução do “caso”.

Mas os anos passam, as decisões gravosas (não esporádicas) dos árbitros continuam e está tudo na mesma como a lesma. É certo que os árbitros são humanos e errar é algo a que não podemos fugir, mas em Portugal erra-se vezes demais. Resta perceber se é apenas por pura incompetência…queremos acreditar que sim.

Ora voltando um pouco atrás, a péssima arbitragem de Carlos Xistra na Luz culminou com a “cereja no topo do bolo”. Miccoli, um dos melhores jogadores em campo e o mais “prejudicado” nas suas acções pela equipa de arbitragem conseguiu a seguinte proeza:

«O avançado italiano viu um cartão amarelo depois de correr para a baliza num lance (68') em que não estava fora-de-jogo, e aos 73' caiu na área do Estrela da Amadora depois de ser agarrado e puxado, sem que Carlos Xistra nada tivesse assinalado. A "participação" do jogador terminou aos 82', quando foi puxado e rasteirado por Rui Duarte, acabando por ver o cartão vermelho». Uma síntese perfeita da acção de Miccoli na partida esboçada por Ricardo Lemos do Jornal "O Jogo".

Brilhante! Miccoli foi expulso por acumulação de amarelos sem ter cometido uma única falta ao longo de toda a partida e sem ter esboçado qualquer protesto para com Carlos Xistra.

Conclusão: Miccoli, o jogador do Benfica que está em melhor forma e é, a par de Simão, o melhor marcador da equipa (3 golos), vai cumprir um jogo de castigo no jogo contra o FC Porto no Estádio do Dragão.

Análises façam as que quiserem, mas quem viu o jogo da Luz sente-se certamente indignado pelo contributo do árbitro para um jogo normal se tenha tornado, obrigatoriamente, desinteressante.

PIOR A EMENDA QUE O SONETO

Mas como referi atrás errar é humano e Carlos Xistra poderia estar apenas num dia “muito não”. Agora, pior que errar é não se admitir que se erra. Em declarações à Renascença, Xistra proferiu as seguintes palavras:

«Tudo fiz para que as coisas tivessem sido correctas. Dessa forma, sinto-me tranquilo. Saí de consciência tranquila do estádio, já vi as imagens fundamentais do jogo e confirmei aquilo que tinha visto no campo.»

Será que a televisão do árbitro passou as mesmas imagens que todos vimos? Isto sim é preocupante…e são estas afirmações que retiram total credibilidade ao nosso futebol, a nível interno. Como amante do futebol e do desporto só posso sentir-me triste.

Ora, parece que só mesmo Carlos Xistra conseguiu reconhecer a si mesmo( e ele não é certamente a pessoa certa para avaliar) uma boa arbitragem, porque hoje mesmo a Comissão de arbitragem da Liga decidiu não nomear este mesmo juiz para qualquer jogo da próxima jornada. Nem da I liga, nem da II de honra.

Mas agora é tarde demais...o Miccoli já não pode jogar…o derby perde um dos melhores jogadores da Liga. Perde o Benfica, perdem os adeptos amantes do bom futebol, perde o espectáculo. E amanhã, depois e daqui a uns meses o que vai mudar? Eu acho que continuará tudo na mesma…vale a aposta?

Assim vai o futebol português…

uefa.com
publicado por Bruno Leite
Comentários a "A injustiça de Miccoli não jogar no «Dragão»…e o futebolzinho que temos"
Anonymous Ayalla
mais um artigo excelente por parte deste grupo Planet Football 10 ! mais uma vez estão todos de parabéns ! TODOS CONTRA A CORRUPÇÃO E A FAVOR DA VERDADE DESPORTIVA !
24 de outubro de 2006 às 23:32  
Grande Bruno, muito bem...

Faço das tuas palavras as minhas, isto é um verdadeiro escandalo e infelizmente tds acham que isto vai mudar, mas a verdade é que cada jornada que passa é pior do que a anterior.

Enfim, é o nosso país.
25 de outubro de 2006 às 00:59  
Anonymous Igor Neto
Magnífico post.
Concordo com a tua opinião, bem como com os argumentos em que a sustentas.
Já aqui o disse, a FPF enviou a um familiar, dirigente de um clube distrital, um fax contendo a lista de árbitros e bandeirinhas com o respectivo "preço".
Respondendo à tua questão final. Enquanto benfiquista, confesso que ficaria extremamente satisfeito em ver o SLB ir parar à 2ª divisão, por causa do vieira ou do veiga. Qualquer pessoa que almoce no Marriot ouve o veiga a gabar-se dos árbitros que compra ou jogadores subornados! E é assim meus amigos, se tiver que começar pelo meu clube, a minha religião, what ever...

Gostaria é de ver justiça feita!

Abraços.
25 de outubro de 2006 às 18:29  
Anonymous Juve Leo 1976
Brilhante! Devo dizer que adorei este artigo. Sou sportinguista, mas corroboro todas as palavras que estão supracitadas. É uma vergonha continuada. Miccoli limitou-se a tentar libertar do adversário e a reacção acaba por ser provocada pelo árbitro que permitiu que o jogador levasse porrada durante uns 6 segundos seguidos. Quem é que não se passava? E a culpa é de quem^? Do jogador que limita-se a querer jogar (não deve prevalecer a vontade e o querer jogar futebol ou beneficia-se o anti-jogo?) ou do árbitro que permite que um lance de falta siga exaustivamente até ao limite. Sendo sincero pelo que se viu nas imagens parecia mesmo que o gajo queria provocar a ira de Miccoli (aproveitando o tal cartão amarelo também ele mal mostrado no lance do fora de jogo) para que o italiano acabasse por ser expulso. Isot das arbitragens continua tudo na mesma já o Proença beneficiou o Porto no fim-de-semana. Isto não muda nada e o Benfica vai ser certamente prejudicado lá em cima. Preparaem-se. A ausência de Miccoli é uma grande perda para o Benfica e como adepto do Sporting não tenho vergonha em assumir que é um jogador excepcional que adorava ver no meu Sporting ao lado do Liedson. Grandíssimo! Gosto do blog. Parabéns a todos
26 de outubro de 2006 às 10:12  
Ultimas entradas
Posts Históricos
Visitantes
Pesquisar
PF10 TV

Publicidade


Click Here

Arquivos
Grupo Galáxia