Fechar PFTV
Publicidade
Sp. Braga derrotado em Sevilha
O Sporting de Braga sofreu, esta noite, em Sevilha, a segunda derrota em três jogos na fase de grupos da Taça UEFA. No terreno dos actuais detentores do troféu, os bracarenses sofreram um golo em cada parte, por intermédio de Luís Fabiano e Chevantón.

Um resultado que deixa os bracarenses obrigados a vencer na recepção aos suíços do Grasshoppers, a 14 de Dezembro, naquela que será a última ronda desta fase de grupos, mas também dependentes de terceiros, nomeadamente do Slovan Liberec, que hoje venceu o Grasshoppers.

Isto depois de um jogo em que o Sevilha confirmou por que razão está há 50 anos sem perder em «casa» nas competições europeias, para além de ser o actual detentor da Taça UEFA e ocupar o primeiro lugar do «ranking» da Federação de História e Estatística. É certo que os bracarenses até conseguiram enervar os andaluzes, mas a partir da vintena de minutos tornou-se num autêntico sufoco para o seu último reduto. Porém, o primeiro golo só surgiu já bem perto do intervalo, por intermédio de Luís Fabiano, o tal que passou um ano no FC Porto sem conseguir confirmar a alcunha de «fabuloso».

Em vantagem para a etapa complementar, os andaluzes passaram a ser mais comedidos, porém sem nunca perder o domínio sobre a equipa bracarense, que conseguiu assustar verdadeiramente o guarda-redes adversário, Palop. Assim, o segundo golo como que surgiu com naturalidade, desta feita pelo recém-entrado Chevantón, após série de tentativas para bater Paulo Santos, guarda-redes que ainda defendeu os dois primeiros remates do avançado uruguaio.

Estádio: Sanchez-Pizjuan, em Sevilha

Árbitro: Helmut Sleischer (Alemanha)

Sevilha – Palop; Daniel Alves, Javi Navarro, Escudé e David; Adriano (Alfaro, 78 m), Renato, Poulsen e Puerta; Kanouté (Kepa, 79 m) e Luís Fabiano (Chevantón, 65 m).

Sp. Braga – Paulo Santos; Luís Filipe, Paulo Jorge, Nem (Wender, 70 m) e Carlos Fernandes (João Pinto, 82 m); Frechaut, Ricardo Chaves e Vandinho; Maciel, Zé Carlos (Castanheira, 70 m) e Cesinha.

Disciplina: cartão amarelo a Luís Filipe (70 m), Cesinha (72 m) e Palop (86 m).

Marcador: 1-0 por Luís Fabiano; 2-0 por Chevantón (74 m).

fonte: abola.pt
foto: ASF
publicado por Pedro Ribeiro
Comentários a "Sp. Braga derrotado em Sevilha"
Anonymous Pastel
Impressionante o facto do Sevilha nunca ter sido derrotado em casa para as competições europeias!!Já lã vão 30jogos...mais um e igualam o record duma equipa que não me recordo(Arsenal?) do maior número de jogos consecutivos sem perder em casa para as competições europeias.
24 de novembro de 2006 às 17:29  
Ultimas entradas
Posts Históricos
Visitantes
Pesquisar
PF10 TV

Publicidade


Click Here

Arquivos
Grupo Galáxia