Fechar PFTV
Publicidade
A difícil vida do "Cebola" e Reyes o novo ídolo da Luz
Se analisassemos apenas o início de temporada do FC Porto, e do próprio Rodriguez na sua nova equipa, provavelmente o jogador uruguaio já estaria sobejamente arrependido de trocar a Luz pelo Dragão. Saiu de um clube onde era amado, colhendo imediatamente ódios irrerversíveis, e foi para um rival, um grande rival que dá tudo por chamuscar uma pena da águia.

De facto, à primeira vista, o Benfica teria saído bastante atingido com este golpe de Pinto da Costa. Noutros tempos, a enorme perda de um dos melhores jogadores do clube seria uma catástrofe, mas agora...agora há Rui Costa e a música incutida pelo Maestro parece estar a pautar o Benfica pelas notas do sucesso.

Ainda é muito cedo para avaliar os frutos de um trabalho que é ainda muito virgem, mas julgo que uma coisa ninguém pode pôr em causa, a capacidade de Rui Costa em trazer jogadores de classe para o Benfica. Pablo Aimar, David Suazo, só para citar os mais mediáticos, mas perdoem-me destacar um, que começa a ganhar consistência considerável nesta equipa, José António Reyes.

Golos, dribles, jogadas de encher o olho e assistências perfeitas têm sido algumas das notas de cartaz deste magnífico jogador que ontem deu mais um recital frente à Naval. É graças a ele que os adeptos encarnados esqueceram facilmente Rodriguez, é também muito graças a ele que estes adeptos sedentos das vitórias gloriosas de outrora estão a sonhar novamente.

O reverso da medalha vive-se no Dragão. Não obstante Rodriguez ser um jogador de grande qualidade e que muito admiro parece não estar a pegar de estaca na equipa de Jesualdo. Na minha perspectiva esta situação vive-se muito por culpa do técnico português que ainda não entendeu como retirar maior aproveitamento do talentoso esquerdino.

À saída do Estádio do Dragão, após a derrota com o Leixões, Rodriguez viu o seu carro ser cercado por furiosos adeptos do FC Porto que o atemorizaram e estilhaçaram um vidro do carro. Maus sinais para o extremo portista que parece ter passado do novo super herói do FC Porto a um dos jogadores mais odiados nesta má fase da equipa de Jesualdo Ferreira.

Contas feitas, reza a história que no final o FC Porto fica normalmente a rir-se nestas situações, mas uma coisa parece certa. Rodriguez é muito bom, mas o Benfica contratou ainda melhor, os adeptos encarnados já o esqueceram e aqueles que pareciam querer idolatrá-lo para os próximos anos, os adeptos do FC Porto, já lhe começaram a virar as costas.

Mas no futebol o que hoje é verdade amanhã é mentira, pelo que as próximas 24 jornadas da Liga ditarão mais sobre Rodriguez vs Reyes. Uma coisa é certa, é muito bom podermos contar com dois jogadores deste calibre na Liga portuguesa e o culpado é o Benfica...

Etiquetas: , , ,

publicado por Bruno Leite
Comentários a "A difícil vida do "Cebola" e Reyes o novo ídolo da Luz"
Anonymous Tiago Martins
Chupa, Cebola!!! Obrigado, muito obrigado por teres ido para o clube de bairro! Agora aguenta-te à bronca, vai-te acontecer o mesmo que ao Paulo Sousa e Pacheco no Sporting!! Ver a consagração do Campeão!!
27 de outubro de 2008 às 17:53  
Ultimas entradas
Posts Históricos
Visitantes
Pesquisar
PF10 TV

Publicidade


Click Here

Arquivos
Grupo Galáxia